Carlos Queiroz, selecionador da Colômbia, falou sobre dispensa de David Ospina da equipa cafetera. O guardião está «ausente temporariamente» da seleção que está a disputar a Copa América, por causa da doença do pai, que luta contra um cancro.

«Os nossos corações e orações estão com o David [Ospina] e com a sua família. Estamos ainda mais unidos. O mais importante é estarmos todos juntos e partilharmos esses sentimentos», disse o treinador português.

«É com respeito e silêncio que vamos cuidar dele e temos certeza que em breve ele vai voltar a estar connosco», afirmou Queiroz.

  

A seleção colombiana, que já está apurada para os quartos e final da competição, enfrente este domingo o Paraguai, na última jornada da fase de grupos.

Sem Ospina, Carlos Queiroz vai ter de escolher entre Alvaro Montero, do Tolima, e Camilo Vargas, do Atlético Nacional, para ocupar o lugar na baliza. «Tenho confiança em todos. Eles são jogadores de personalidade e caráter. Os dois estão preparados para jogar», garantiu o selecionador.