VEJA AQUI O VÍDEO DAS AGRESSÕES

Um adepto vestido com uma batina preta colocou-se à frente dos participantes com uma cruz também preta, na qual colocou uma fotografia da cara de Vieira no topo. À reportagem da TVI, o adepto explicou, muito ironicamente, que aproveitava a canonização de Nuno Álvares Pereira este domingo em Roma para solicitar ao Vaticano a canonização de também Luís Filipe Vieira.

Logo antes da partida o referido adepto foi vaiado pelos restantes benfiquistas. Quando foi aberta a corrida, vários apoiantes do clube dirigiram-se a ele para pedirem explicações. Entre eles, houve um mais exaltado (há sempre um mais exaltado) que não se ficou pelas palavras: destruiu a cruz, fez ameaças, pediu que o largassem e acabou por trocar agressões com o alvo da fúria.

Luís Filipe Vieira nem se apercebeu do ocorrido. O presidente encarnado correu os cinco quilómetros e no final prometeu que para o ano estará mais bem preparado fisicamente. Para a história fica o incidente entre adeptos, naquela que era suposto ser uma prova de confraternização do universo encarnado.