Portugal regista mais 28 mortes e 949 casos de covid-19, de acordo com o relatório desta sexta-feira da Direção Geral da Saúde (DGS).

O número de óbitos é igual ao da véspera, dia com menos mortes desde 28 de outubro, mas há uma subida em relação aos 830 novos casos de quinta-feira.

O número total de casos, desde o início da pandemia, ou seja, há um ano, é agora 808.405, dos quais resultaram 16.486 óbitos.

Há agora mais 1.606 pessoas recuperadas da doença e o número de casos ativos voltou a descer. São agora menos 685 num total de 63.260.

O número de internamentos volta a baixar: o relatório indica 1.583 doentes internados (menos 125 do que na véspera), dos quais 383 em Unidades de Cuidados Intensivos (menos 16 do que no dia anterior).

Das 28 mortes indicadas no relatório, 17 foram registadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, que tem também a maioria dos novos casos, 436.

Segue-se a região Norte, onde há registo de mais cinco mortes e 192 casos. No Centro, são mais 118 infetados e três mortes, no Alentejo 36 novos casos e três mortes, no Algarve nove casos, na Madeira 163.

Nos Açores, segundo a DGS, «o relatório de hoje reflete uma descida do número total de casos, por força da necessidade de correção de dois casos duplicados , transferência de seis casos para outras regiões de ocorrência , e notificação de três novos casos na região dos Açores no dia em análise».

As vítimas mortais deste relatório são:
50-59 anos: dois homens
60-69 anos: dois homens
70-79 anos: quatro homens e uma mulher
Mais de 80 anos: 11 homens e oito mulheres