0-1

Confira a FICHA DO JOGO

A primeira parte já foi um pesadelo, com o United ofensivo, com Nani, Januzaj e Van Persie na frente, mas com um Newcastle impiedoso nas marcações a meio-campo, a ter mais posse de bola e a chegar ao intervalo com a oportunidade mais clara, com Mathieu Debuchy a obrigar De Gea à defesa da tarde. Do United pouco se viu. A abrir a segunda parte, Patrice Evra ainda atirou ao poste, na sequência de um canto, mas o Newcastle volta a ter o jogo sob controlo.

O golo solitário foi marcado, aos 60 minutos, na sequência de um rápido contra-ataque dos Magpies, conduzido por um endiabrado Moussa Sissoko pela direita e uma passe atrasado, para a zona central, onde surgiu o francês Yohan Cabaye a finalizar com a defesa do United aos papéis.

David Moyes arriscou depois tudo, prescindindo consecutivamente de Nani, Cleverley e Rafael para ir lançando Zaha, Anderson e Valencia. Van Persie ainda colocou a bola nas redes de Krul, com um desvio de cabeça, mas estava em clara posição irregular.

Os últimos minutos foram jogados mais com o coração do que com a cabeça, diante de um Newcastle a controlar com facilidade e a segurar a preciosa vantagem que, para já, lhe permite ultrapassar o Tottenham de André Villas-Boas que, ainda este domingo, vai Stadium of Light defontar o Sunderland.

Falta saber até onde vai a paciência do United para com David Moyes.

Confira a classificação da Liga Premier.