David Luiz, autor do primeiro golo do Benfica, na vitória sobre o Marítimo (3-2), no Estádio da Luz, em jogo da 26ª jornada da Liga:

«No lance do golo, vi o canto aberto e chutei¿não, estou a brincar (risos). A minha intenção era o cruzamento. Vi o Nuno [Gomes] na área, tentei centrar tenso, graças a Deus a bola pode entrar e fiz o primeiro golo que foi muito importante. Gostamos de todos os golos que fazemos, mas este foi num momento bom da partida, em que estávamos à procura de um golo, era ainda um jogo muito tenso e, assim, pudemos ajudar a equipa».

Houve muitos protestos contra a arbitragem, isso tornou o jogo mais difícil?.

«Difícil ou não, não estávamos de acordo com as decisões dele, mas isso faz parte do futebol. Não temos de ficar a pensar nos árbitros, o que passou, passou, agora é bola para a frente. Questionámos porque queremos que os lances sejam bem arbitrados. Acho que teve alguns lances em que ele se equivocou, mas isso faz parte, ele é humano e pode errar».

Sente-se adaptado ao lado esquerdo?

«Sinto-me à vontade a jogar no Benfica, vou para dentro de campo para tentar dar o meu melhor, seja em que função for».

O Benfica esteve a ganhar por 3-0, porque é que acabou a sofrer?

«Sofremos porque estava 3-2, tínhamos de ser mais cautelosos e não sair ir para o ataque abertos. Fomos mais cautelosos, só isso».