«Um jogador tem de lutar em todos os jogos da mesma forma. Ficámos triste quando perdemos o clássico de Alvalade, ou quando perdemos em casa com o Guimarães, e hoje ficamos felizes por termos vencidos. O futebol é assim. Ainda podemos ser campeões, há muitos jogos pela frente, tudo pode acontecer», avisa.

Convertido a lateral esquerdo, David Luiz não esquece períodos menos positivos, como uma exibição cinzenta em Alvalade. Neste sábado, o defesa limpou a sua imagem. «Para mim, pessoalmente, também foi uma vitória importante. Quero ajudar o Benfica, independentemente da posição. Tenho jogado como lateral esquerdo, procurando dar o meu melhor, mas em Alvalade não fui feliz. Assumi a minha responsabilidade. Futebol é isto, uma dia uma equipa ganha, no outro uma equipa perde. O que vale é o último jogo e neste momento estamos a celebrar o título», atira.

«Estamos a trabalhar no dia a dia com muita força. Estamos a dedicar-nos em busca de um objectivo. Não só a Taça da Liga como o campeonato, onde vamos concentrar forças a partir de agora. Felizmente, fomos coroados com este título e esperamos continuar em busca do título da Liga portuguesa», refere o brasileiro, acrescentando de pronto: «Temos de comemorar e reflectir, quando as alegrias vêm para o lado, temos de saber aproveitar mas pensar que há limites. Para a semana, já temos um jogo de preparação para reentrar na Liga com grande força.»

David Luiz não fugiu à responsabilidade de converter um castigo máximo, mas admite que a lotaria final propicia emoções fortes. «Sofri bastante, claro. São minutos complicados, de grande ansiedade. Há alguma angústia pelo meio, até porque também falhámos algumas grandes penalidades mas Deus não faz nada em vão e merecemos vencer este troféu. Trabalhámos para isto e agora temos de continuar com a mesma atitude e o mesmo empenho», remata o defesa, na ressaca do triunfo frente ao Sporting, no Algarve.