O antigo jogador do F.C. Porto acusou a utilização de hidrocloratiazida (diurético) e carboxi-tamoxifeno, num teste antidoping feito em março. Deco garante que consumiu apenas vitaminas e que nunca usou substâncias ilegais.