A equipa de Faro adiantou-se no marcador à meia-hora com um livre directo de Della Pasqua. O Olhanense, desfalcado de alguns titulares, ao serviço das respectivas selecções, podia ter empatado ainda antes do intervalo, numa grande penalidade desperdiçada por Rui Duarte que permitiu a defesa de Gonçalo.

O golo do empate só surgiu a três minutos do final, novamente numa grande penalidade, desta vez convertida em golo por Djalmir.

Antes do jogo, os dois clubes fizeram uma homenagem a Edinho, actual preparador físico do Farense, que, enquanto jogador, representou os dois emblemas.