DESTINO: 90's é uma rubrica do Maisfutebol: recupera personagens e memórias dessa década marcante do futebol. Viagens carregadas de nostalgia e saudosismo, sempre com bom humor e imagens inesquecíveis DESTINO: 90's.

NELSON BERTOLLAZZI: Boavista (1986/97; 1988/89; 1990 a 1994; e 1995/96) e U. Leiria (1994/95) 





Maisfutebol

«Eles eram um dos grandes de Itália, nós uma equipa média em Portugal. Pensaram que éramos uma equipazinha.»
 






«Foi uma experiência muito boa. Primeiro porque estava a jogar contra italianos e eu sou descendente de italianos, depois porque correu-nos muito bem. Olharam para o Boavista de lado. É normal, aqui no Brasil joga-se xadrez com aquelas camisolas, não estavam habituados e não nos levaram a sério»



«Houve um com o FC Porto que foi muito bom. Ganhámos 4-1 e fiz dois golos.»





«Sempre que jogávamos com uma equipa grande era sempre uma grande noite. Até porque nos podíamos mostrar. Na altura, os jogadores das outras equipas em Portugal jogavam sempre para tentar um contrato com os grandes»,

«Nunca tive medo de caras feias»





«Antigamente os jogos eram mais duros. Mas nunca tive medo de caras feias

«Também o João Alves e o próprio Raul Águas. Na U. Leiria também o Vítor Manuel, que era uma pessoa maravilhosa.»

«Havia tantos! Alfredo, Nogueira. O Artur também puxava muita bagunça…. Acabava o treino voava tudo…camisolas, calções…era a bagunça total»



«Vou ter de voltar porque levei um casal amigo que me está sempre a perguntar quando voltamos para comer de novo o bacalhau da Ribeira. Adoraram. Estou a fazer contas a ver se vou aí mais uns quatro dias»