«Sentimo-nos mais fortes. Estamos mais unidos, e preparados para cada jogo. Há dez finais e vamos tentar ganhá-las», disse o argentino, em conferência de imprensa.

Di María avisa que «todos os jogos são difíceis», e na Figueira da Foz não será excepção, pelo que é preciso «lutar do primeiro ao último minuto para conseguir os três pontos».

O Benfica parte para o último terço da Liga com dois pontos de vantagem sobre o Sporting e dois pontos de atraso em relação ao F.C. Porto. As contas ficaram mais próximas com o empate no último clássico, entre «dragões» e «leões». Um resultado que agradou ao argentino: «Penso que foi bom. Ficámos mais perto da liderança e com dois pontos de vantagem sobre o Sporting. É importante para continuar a lutar.»

Com os dois rivais ainda envolvidos em lutas europeias, Di María espera que o Benfica possa tirar algum proveito disso: «Pode ser. Jogar outra competição desgasta muito. Mas se queremos ser campeões temos de pensar em ganhar os nossos jogos.»