Domingos Paciência (Académica):

«Era importante ganharmos este jogo, sabendo das dificuldades que iríamos encontrar, como ficou patente na primeira parte, em que não entrámos bem e sentimos dificuldades em ter posse de bola e amplitude no ataque. Na segunda, começámos melhor e tivemos logo duas ocasiões em que poderíamos ter marcado. Isso permitiu-nos ganhar confiança. O Trofense também poderia marcado e, por isso, acabou por ser um jogo muito equilibrado. Foi um jogo de muito entrega e sofrimento, sobretudo na segunda parte.»

Tulipa (Trofense):

«Conseguimos controlar bem as operações na primeira parte mas, na segunda, já sentimos mais dificuldades, sobretudo, do lado direito e o golo acaba por surgir por aí. Tentámos reagir e fizemos reajustamentos mas também nos faltou um pouco de sorte. Ainda assim, há que enaltecer a atitude dos jogadores, que jogaram de forma descomplexada. Não era isto que pretendíamos. Podemos ser mais organizados e ter mais qualidade, mas o mais importante para nós são os pontos. O empate seria mais justo.»