Maisfutebol

Arábia Saudita: os jogadores

1
MOHAMMED ALYAMI (Getty)

MOHAMMED ALYAMI

Data de nascimento: 14/8/1997

Clube: Al Ahli

Posição: Guarda-Redes

Tem sido rotulado como o futuro das balizas sauditas quase desde o nascimento. O guarda-redes de 25 anos vem de uma família de futebolistas, e os seus talentos levaram-no do clube local Al Akhoud à ribalta do Al Ahli, ainda adolescente. Estabeleceu-se, contudo, no momento mais inoportuno. Os gigantes de Jeddah desceram de divisão em 2021/2022, pela primeira vez em 85 anos de história. É suplente de Al Owais na seleção, mas espera ser titular no futuro próximo.

2
SULTAN ALGHANNAM (getty)

SULTAN ALGHANNAM

Data de nascimento: 6/5/1994

Clube: Al Nassr

Posição: Lateral Direito

O 'Sr. Fiável', no clube e na seleção. O seu caminho para o topo começou de forma pouco auspiciosa, no Al Zulfi, de uma cidade a 260 km noroeste de Riade. Progrediu das divisões inferiores para o Al Nassr, depois de uma estadia de dois anos no Al Faisaly. Teve um papel importante em 2018/2019, a sua época de estreia pelo Al Nassr, na qual conquistaram o título. Quando está apto é essencial para Renard.

3
ABDULLAH MADU (Getty)

ABDULLAH MADU

Data de nascimento: 15/7/1993

Clube: Al Nassr

Posição: Defesa Central

No seu melhor, Madu é um central imponente. Contudo, as lesões têm influenciado esses atributos físicos e negado essa importância nos clubes que tem representado. A chegada de Alvaro Gonzalez ao Al Nassr, no verão, vindo do Marselha, não ajudou. Mas Renard continua apreciador do central de 29 anos, e ficou satisfeito com a possibilidade de apostar na dupla do Al Nassr nos importantes embates de qualificação, como a dura vitória frente à China, por 3-2. 

4
ABDULELAH ALAMRI (Getty)

ABDULELAH ALAMRI

Data de nascimento: 15/1/1997

Clube: Al Nassr

Posição: Defesa Central

Líder nato e competidor tenaz, pronto para testar o seu considerável talento. Antigo central dos sub-20, é duro, vindo de Ta’if, nas montanhas de Hijaz. Esta abordagem de granito ao jogo impressionou os observadores do Al Nassr quando era adolescente, e mostrou que tinha as qualidades necessárias para subir de patamar, vindo do Wej da segunda divisão. Uma exibição superlativa frente ao Al Hilal, de Bafetimbi Gomis, na Supertaça Saudita de 2020, é muito relembrada. Superou desde aí Abdullah Madu no clube e seleção.

5
ALI ALBULAYHI (getty)

ALI ALBULAYHI

Data de nascimento: 21/11/1989

Clube: Al Hilal

Posição: Defesa Central

É uma força da natureza, e um dos poucos jogadores que emergiram no Mundial 2018, com o seu estatuto melhorado. Esteve muito bem na derrota por 1-0 frente ao Uruguai, cimentando desde aí uma reputação de 'rufia', ajudando o Al Hilal a vencer tudo domesticamente e na frente continental. Olhe para ele se marcar no Qatar, pois tem tendência para celebrações extravagantes: recentemente beijou a câmara do VAR depois do seu golo 'tardio' frente ao Al Tai.

6
MOHAMMED ALBURAYK  (Getty)

MOHAMMED ALBURAYK

Data de nascimento: 15/9/1992

Clube: Al Hilal

Posição: Lateral Direito

Tem sido incrível a servir tanto o Al Hilal como a seleção. É o complemento diligente ao expressivo Al Shahrani no flanco oposto, tendo grande condição física e grande velocidade. Estas qualidades fizeram dele um jogador a ter em conta na academia do Al Hilal. Foi incluído na equipa asiática da década pela IFFHS (2011-2020). Registou, contudo, a sua última assistência no campeonato saudita na época 2020/2021.

7
SALMAN ALFARAJ (AP)

SALMAN ALFARAJ

Data de nascimento: 1/8/1989

Clube: Al Hilal

Posição: Médio

Outra oportunidade no Mundial para um dos mais condecorados da Ásia. Alfaraj é um passador metronómico e um líder inspirador há uma década. A questão é como a sua idade (e sobretudo os problemas físicos) o vão influenciar no Qatar. Alfaraj foi excelente no torneio de 2018. Na sua típica postura imperturbável, marcou o golo do empate frente ao Egito, de penalti. Quando está apto, o jogador de 33 é titular, como se viu na qualificação. Mas com apenas três jogos pelo Al Hilal esta época, que papel terá este ícone saudita na seleção de Renard?

8
ABDULELAH ALMALKI (Getty)

ABDULELAH ALMALKI

Data de nascimento: 11/10/1994

Clube: Al Hilal

Posição: Médio

O ano de 2022 prometia, mas foi prejudicado por uma lesão grave. Tal como o lateral Abdulhamid, trocou litigiosamente o Ittihad pelo Al Hilal, no último inverno. Contava com uma posição importante no clube, a pensar no Mundial, mas sofreu uma lesão no joelho frente ao Japão, na fase de apuramento. Ainda não jogou pelo Al Hilal, mas a presença no banco, nas últimas semanas, dá esperança a Renard, que deu quase mil minutos de utilização ao médio na campanha de qualificação, antes da lesão

 

9
FERAS ALBRIKAN (AP)

FERAS ALBRIKAN

Data de nascimento: 14/5/2000

Clube: Al Fateh

Posição: Ponta-de-lança

Contem com um avançado ‘em sintonia’ com os seus colegas, no Qatar. A sua celebração 'a tocar guitarra' tornou-se numa imagem de marca na liga saudita – quatro golos em oito jogos como titular, em 2022/2023, representam o seu melhor arranque. Chegou o momento deste avançado de 22 anos. Livre do papel de suplente no Al Nassr, marca prolificamente pelo Al Fateh, e os seus concorrentes diretos debatem-se com escassa utilização ou recuperam de lesões graves. Os golos apontados na qualificação e na 24.ª Taça do Golfo mostram a sua proficiência.

10
SALEM AL DAWSARI (AP)

SALEM ALDAWSARI

Data de nascimento: 19/8/1991

Clube: Al Hilal

Posição: Extremo

O mais talentoso jogador da Ásia. Uma aclamação audaz, mas uma que Aldawsari repetidamente justifica. O jogador de Jeddah marcou no Mundial (ao minuto 95, frente ao Egito de Salah) e no Mundial de Clubes, sem esquecer um golo crucial na final da Liga dos Campeões asiática de 2019. O seu sublime talento até o colocou frente ao Real Madrid, na época 2017/2018, em que esteve emprestado ao Villarreal. É agora tempo de soltar a sua habitual celebração ao jeito de um ‘tornado’, replicada por todo o Médio Oriente e mediaticamente lançada em outubro de 2021, depois da vitória nas meias-finais da Liga dos Campeões asiática, frente ao Al Nassr.

 

11
SALEH AL SHEHRI (AP)

SALEH ALSHEHRI

Data de nascimento: 1/11/1993

Clube: Al Hilal

Posição: Ponta-de-lança

Um verdadeiro ‘9’, que calculou perfeitamente o seu regresso à condição física plena. As dúvidas cresceram a certa altura. O jogador de 28 anos esteve seis meses afastado da competição, mas voltou no início de outubro. Na qualificação marcou sete golos em 13 jogos, pelo que Renard estará encantado por tê-lo de volta. Alshehri também oferece nuances refinadas ao seu jogo, depois da estadia em Portugal, numa fase precoce da carreira, na qual se tornou no primeiro saudita a marcar na Europa, no embate entre Beira-Mar e Moreirense, de setembro de 2012.

12
SAUD ABDULHAMID (AP)

SAUD ABDULHAMID

Data de nascimento: 18/7/1999

Clube: Al Hilal

Posição: Lateral

 

Não há mudança de marcha-atrás para o vibrante lateral do Al Hilal. O jogador nascido em Jeddah foi marcado para o estrelato desde tenra idade, estabelecendo-se como titular do Al Ittihad quando era ainda adolescente, vencendo a Taça Asiática sub-19 em 2018 e nos sub-23 em 2022, além de jogar os Jogos Olímpicos 2020. A sua transferência para Riade, neste inverno, foi litigiosa. A propensão ofensiva pode fazer dele uma alternativa elétrica a partir do banco.

13
YASSER ALSHAHRANI  (Getty)

YASSER ALSHAHRANI

Data de nascimento: 25/5/1992

Clube: Al Hilal

Posição: Lateral Esquerdo

Teve a honra de estar na capa do FIFA 16 do Médio Oriente, com Leo Messi. Agora pode ter a honra de competir frente ao seu ídolo, no jogo de 22 de novembro frente à Argentina, no grupo C. Al Shahrani construiu a sua reputação como um dos melhores laterais da Ásia, desde que deixou o Al Qadsiyah – onde o seu irmão Abdulrahman também apareceu – para o Al Hilal, há uma década. Uma lesão dificultou o início de 2022/2023.

14
ABDULLAH OTAYF (AP)

ABDULLAH OTAYF

Data de nascimento: 3/8/1992

Clube: Al Hilal

Posição: Médio

Os passes de Otayf são infalivelmente precisos. Ainda assim teve um trajeto menos convencional para chegar ao topo do futebol asiático. O jogador de 30 anos é titular do Al Hilal mas foi formado nos vizinhos do Al Shabab, após uma breve estadia no Louletano, dos escalões inferiores portugueses. Um passo que foi claramente importante para a sua carreira. Otayf pede a bola e recusa a dá-la, ganhando a alcunha de 'Maestro'. Tem uma grande relação em campo com o capitão Alfaraj. Mas tal como o seu estimado compatriota, os problemas físicos podem ser um problema.

15
ALI ALHASSAN (Getty)

ALI ALHASSAN

Data de nascimento: 4/3/1997

Clube: Al Nassr

Posição: Médio

Foi titular em seis jogos da qualificação, e só um deles não foi na reta final, o que diz bem da sua influência crescente. O jogador de 25 anos é importante no meio-campo, além de ser uma opção intrigante aos mais conceituados e experientes Alfaraj e Otayf. As suas prestações não são surpreendentes, visto que foi muito cobiçado no Al Fateh e jogou bem no ciclo olímpico. Uma preocupação para Renard, contudo, será se o brilho de Alhassan estiver diminuído. Começou a época como titular de Rudi Garcia, no Al Nassr, embora tenha sido relegado para o banco depois da 'explosão' de forma do ex-internacional brasileiro, Luiz Gustavo.

16
SAMI ALNAJI (AP)

SAMI ALNAJI

Data de nascimento: 7/2/1997

Clube: Al Nassr

Posição: Médio ofensivo

Uma emergente força criativa na Arábia Saudita. Deve ter a sua oportunidade para se expressar no palco global. Convenceu nos Jogos Olímpicos, com dois golos na derrota com a Alemanha, por 3-2. A forma elétrica manteve-se no Al Nassr, onde é clara a forte conexão entre ele, o brasileiro Talisca (ex-Benfica) e o ponta-de-lança camaronês Vincent Aboubakar (ex-FC Porto). Com cinco contribuições para golo em oito jogos, esta época, fica claro que é uma opção dinâmica à disposição de Renard.

17
HASSAN ALTAMBAKTI (Getty)

HASSAN ALTAMBAKTI

Data de nascimento: 9/2/1999

Clube: Al Shabab

Posição: Defesa Central

É um exemplo raro de um jogador que se estabeleceu primeiro na seleção que no clube. Juan Antonio Pizzi lançou este central, que gosta de ter a bola nos pés, antes da Taça Asiática de 2019, com o sucessor Renard a cimentar a sua posição. Natural de Riade, é do Al Shabab dê por onde der, tendo assinado o seu primeiro contrato profissional em maio de 2018. Foi apenas esta época, contudo, que se tornou titular, sendo totalista sob o comando do ex-treinador do Espanyol, Vicente Moreno. Pode desafiar Albulayhi no Qatar, apimentado pelos rumores de que se pode transferir para os vizinhos do Al Hilal.

18
NAWAF ALABID  (AP)

NAWAF ALABID

Data de nascimento: 26/1/1990

Clube: Al Shabab

Posição: Médio

Era um jovem com pressa, que ainda marcou aquele que chegou a ser considerado o golo mais rápido da história, antes dos 2 segundos, pelo Al Hilal, em 2009. A sua ascensão foi dificultada por lesões, e depois seguiu-se desilusão de 2018, quando falhou a convocatória final. Agora com 32 anos, reconstruiu a carreira no Al Shabab, embora os escassos 18 minutos de utilização na qualificação possam indiciar outra desilusão em 2022.

19
HATAN BAHBRI (Getty)

HATAN BAHBRI

Data de nascimento: 16/7/1992

Clube: Al Shabab

Posição: Extremo

Tem a arrogância, o estilo pessoal e as qualidades que apresentam, muitas vez, os expressivos talentos. Contemporâneo de Almuwallad no Al Ittihad, fez nome no Al Shabab. O nativo de Jeddah foi o único ponto positivo de uma pobre campanha na Taça Asiática de 2019, sendo que essas exibições valeram-lhe uma mudança para o Al Hilal. Mas perante as escassas oportunidades, dada a galáxia de estrelas na equipa, voltou a um ambiente familiar – Al Shabab – em 2021. Revelou-se uma boa decisão, com cinco contribuições para golo em oito jogos, a exibir um atacante em boa forma.

20
ABDULRAHMAN ALOBUD (AP)

ABDULRAHMAN ALOBUD

Data de nascimento: 1/6/1995

Clube: Al Ittihad

Posição: Extremo

Três anos, e muito tempo no banco da Arábia Saudita, separam as primeiras internacionalizações de Alobud. Em setembro também não entrou nas opções, o que diz muito sobre o seu lugar na equipa com Renard. O jogador de 27 anos oferece, contudo, viabilidade e versatilidade. A chegada de Nuno Espírito Santo ao Al Ittihad, no verão, ofereceu-lhe evolução tática,uma formação avançada a jogar como ala, mas ainda está por perceber a utilidade disso para Renard.

21
MOHAMMED ALOWAIS (AP)

MOHAMMED ALOWAIS

Data de nascimento: 10/10/1991

Clube: Al Hilal

Posição: Guarda-Redes

Disputa o seu segundo Mundial. Em 2018 cometeu um erro, na sequência de um pontapé de canto, frente ao Uruguai. Aos 31 anos está firmemente estabelecido como número 1 na seleção, mas ainda assim é suplente do compatriota Abdullah Almayouf no poderoso de Riade, Al Hilal. Uma corrente pedia a este último que desfizesse a retirada da seleção, mas isso passou praticamente despercebido, o que são boas notícias para Alowais, que foi titular em 15 dos 18 encontros de qualificação para o Mundial, somando 10 jogos sem sofrer golos na sexta campanha dos 'Falcões Verdes' até ao torneio global.

22
NAWAF ALAQIDI (Getty)

NAWAF ALAQIDI

Data de nascimento: 10/5/2000

Clube: Al Nassr

Posição: Guarda-Redes

Alaqidi cresceu até se tornar uma figura importante nas camadas jovens da Arábia Saudita, que têm impressionado em torneios recentes. Um crescimento que atingiu o ponto alto na Taça Asiática sub-23 de 2022, ajudando os 'Falcões Verdes' a conquistar o troféu sem sofrer golos, o que lhe valeu o prémio de melhor guarda-redes. A mesma excelência foi mostrada nos Jogos de Solidariedade Islâmica, em agosto. O guarda-redes de 22 anos não tem jogos pelos seniores, mas ganhou experiência no Al Tai, na época passada, por empréstimo do Al Nassr. Agora é 'aprendiz' de Ospina.

23
MOHAMED KANNO (Getty)

MOHAMED KANNO

Data de nascimento: 22/9/1994

Clube: Al Hilal

Posição: Médio

Poucos jogadores vão entrar no Mundial com um passado recente tão disruptivo. O jogador de 28 anos foi suspenso pela federação saudita por ter assinado pelo Al Hilal e pelo grande rival, Al Nassr. Esta situação fez com que Kanno jogasse pela última vez no campeonato em março. Más notícias para Renard, que fez dele titular na última fase de qualificação. 

24
NASSER ALDAWSARI (AP)

NASSER ALDAWSARI

Data de nascimento: 19/12/1998

Clube: Al Hilal

Posição: Médio

Ainda nem chegou aos 25 anos de idade e está quase a atingir dois dígitos de títulos pelo Al Hilal. Marcou aos 16 segundos na final da Liga dos Campeões asiática, frente aos sul-coreanos do Pohang Steelers, o golo mais rápido da história da competição. Foi lateral esquerdo de emergência, embora se tenha afirmado como médio no clube e na seleção. Foi titular nos dois nulos de setembro, frente a Equador e Estados Unidos.

25
HAITHAM ASIRI  (Getty)

HAITHAM ASIRI

Data de nascimento: 25/3/2001

Clube: Al Ahli

Posição: Ponta-de-lança

A propensão de Asiri para surpreender ficou bem evidente na sua estreia pelo Al Ahli, em agosto de 2020. O então adolescente entrou ao minuto 80, marcou aos 8’, assistiu aos 88 e foi expulso por acumulação de amarelos aos 90+2. As suas prestações subsequentes em Jeddah colocaram-no no radar de Renard, e entra na lista um pouco como 'outsider'.

26
RIYADH SHARAHILI (Getty)

RIYADH SHARAHILI

Data de nascimento: 28/4/1993

Clube: Abha

Posição: Médio

Vem de uma dinastia de futebolistas sauditas, com familiares espalhados pelas várias divisões. Acrescenta à sua credibilidade e persistência o facto de ser um de apenas dois jogadores fora dos cinco principais emblemas do país a ser convocado. Foi formado na academia do Al Nassr, mas teve de abandonar o clube para ter minutos. Uma estrada atribulada levou-o ao Abha, onde cresceu para se tornar um portento. Estreou-se pela seleção em setembro, pelo que é um 'reforço de última hora' para a Arábia Saudita.

 

Textos de Matt Monaghan, que escreve para o sport360.com

 

Maisfutebol
Boavista: a mesma luta 7 ago 2023, 11:00
Croácia: os jogadores 18 nov 2022, 16:13
Sérvia: os jogadores 17 nov 2022, 16:34
Bélgica: os jogadores 17 nov 2022, 15:08
Suíça: os jogadores 16 nov 2022, 13:36
Camarões: os jogadores 15 nov 2022, 15:46
EUA: os jogadores 15 nov 2022, 00:38
Irão: os jogadores 14 nov 2022, 23:24
Uruguai: o guia 11 nov 2022, 18:42
Gana: o guia 11 nov 2022, 15:09
Brasil: o guia 10 nov 2022, 21:39
Qatar: o guia 7 nov 2022, 10:43
Portugal: os jogadores 2 nov 2022, 00:32
Portugal: o guia 1 nov 2022, 23:42
Alemanha: o guia 25 jun 2022, 00:45
Bélgica: o guia 25 jun 2022, 00:00
Dinamarca: o guia 24 jun 2022, 23:55
Irlanda do Norte: o guia 24 jun 2022, 16:02
Áustria: o guia 24 jun 2022, 14:13
França: o guia 24 jun 2022, 00:00
Países Baixos: o guia 23 jun 2022, 23:24
Portugal: o guia 23 jun 2022, 20:41
Inglaterra: o guia 23 jun 2022, 11:38
Suécia: o guia 23 jun 2022, 00:00
Suíça: o guia 23 jun 2022, 00:00
Itália: as jogadoras 22 jun 2022, 20:04
Suíça: as jogadoras 21 jun 2022, 23:28
Bélgica: as jogadoras 21 jun 2022, 23:17
Noruega: as jogadoras 20 jun 2022, 23:35
França: as jogadoras 20 jun 2022, 14:32
Dinamarca: as jogadoras 19 jun 2022, 22:20
Suécia: as jogadoras 17 jun 2022, 00:10
Islândia: as jogadoras 16 jun 2022, 23:17
Finlândia: as jogadoras 16 jun 2022, 15:14
Inglaterra: as jogadoras 16 jun 2022, 01:24
Portugal: as jogadoras 31 mai 2022, 18:34
Polónia: a análise 11 jun 2021, 23:48
França: a análise 11 jun 2021, 13:53
Eslováquia: a análise 11 jun 2021, 00:00
Espanha: a análise 11 jun 2021, 00:00
Escócia: a análise 10 jun 2021, 22:40
Croácia: a análise 10 jun 2021, 22:39
Inglaterra: a análise 10 jun 2021, 22:39
Portugal: a análise 10 jun 2021, 22:01
Suécia: a análise 10 jun 2021, 21:14
Ucrânia: a análise 10 jun 2021, 01:20
Áustria: a análise 10 jun 2021, 01:19
Rússia: a análise 9 jun 2021, 00:11
Finlândia: a análise 9 jun 2021, 00:10
Suíça: a análise 8 jun 2021, 00:11
Turquia: a análise 8 jun 2021, 00:11
Finlândia 7 jun 2021, 00:24
Escócia 7 jun 2021, 00:23
Suíça 7 jun 2021, 00:23
Suécia 7 jun 2021, 00:23
Dinamarca 7 jun 2021, 00:23
Espanha 7 jun 2021, 00:22
Ucrânia 7 jun 2021, 00:22
Itália 7 jun 2021, 00:22
Países Baixos 7 jun 2021, 00:22
Bélgica 7 jun 2021, 00:21
Turquia 7 jun 2021, 00:21
País de Gales 7 jun 2021, 00:20
Macedónia do Norte 7 jun 2021, 00:20
Rep. Checa 7 jun 2021, 00:20
Polónia 7 jun 2021, 00:20
Croácia 7 jun 2021, 00:19
Áustria 7 jun 2021, 00:19
Hungria 7 jun 2021, 00:19
Rússia 7 jun 2021, 00:19
Alemanha 7 jun 2021, 00:18
Eslováquia 7 jun 2021, 00:18
Inglaterra 7 jun 2021, 00:18
França 7 jun 2021, 00:17
Portugal 20 mai 2021, 23:45
100 anos do Sp. Braga 18 jan 2021, 23:51