Maisfutebol

Bélgica: os jogadores

1
Thibaut Courtois

THIBAUT COURTOIS

Data de nascimento: 11/5/1992

Clube: Real Madrid

Posição: Guarda-Redes

Está finalmente onde sempre sonhou: no topo do mundo. A prestação frente ao Liverpool na final da Liga dos Campeões será provavelmente o destaque da sua carreira, junto do Mundial 2018. Courtois diz que se tornou metade espanhol em Madrid: «Desde a minha chegada há quase 11 anos [ao Atlético], sempre respeitei a cultura, tentei aprender a língua e sinto-me mais um espanhol», disse este ano. «Madrid é a minha casa.» Vai casar com Mishel Gerzig, uma famosa modelo israelita, no próximo ano.

2
Toby Alderweireld

TOBY ALDERWEIRELD

Data de nascimento: 02/03/1989

Clube: Antuérpia

Posição: Defesa Central

«Todos os dias estou mais perto da casa onde nasci», lê-se numa tatuagem que tem no braço. Bem, está finalmente em casa. O antigo defesa do Tottenham saiu do clube local, Antuérpia, aos 15 anos, para Amesterdão, e sofreu de muitas saudades de casa. Depois de uma curta estadia no Qatar assinou pelo Antuérpia no verão e está pronto para terminar lá a carreira. Está feliz por estar tão próximo da família novamente. Em 2021 tornou-se no rosto de uma campanha anti-bullying na Bélgica que o fez mandar mil pulseiras a jovens, encorajando-os a pensar duas vezes antes de fazer comentários negativos. No ano anterior houve uma petição a pedir uma estátua do defesa a substituir a de Leopoldo II, segundo rei dos Belgas, em Ekeren.

3
Arthur Theate

ARTHUR THEATE

Data de nascimento: 25/05/2000

Clube: Rennes

Posição: Defesa Central

Há apenas dois anos Theate estava a ser rejeitado por clubes da 3.ª divisão belga e equacionava deixar o futebol. Depois, fez testes no Oostende, onde impressionou, e após um empréstimo de sucesso ao Bolonha conquistou uma mudança para a Ligue 1. Marcou na estreia pelo Bologna, numa derrota por 6-1 em San Siro, e a Gazzetta dello Sport escreveu: «Os meus pais e avô estavam na bancada. Parece que a vida me deu um beijo gigante. Mas obviamente que não estava a sorrir quando chegámos ao balneário – perdemos 6-1.» Diz que gosta de Carlos Puyol porque «é duro», mas que o seu único ídolo é o pai, Jean Michael, que jogou pelo RFC Liège.

4
Wout Faes

WOUT FAES

Data de nascimento: 03/04/1998

Clube: Leicester

Posição: Defesa Central

Era tão cobiçado em jovem que o Chelsea mandou-lhe uma camisola assinada por David Luiz no seu 16.º aniversário e desde aí tem sido comparado ao brasileiro, também pelo estilo semelhante de penteado. Faes não adora a comparação, ainda assim, e não se arrepende de não se ter juntado ao Chelsea na altura. O Anderlecht pensava que não ia singrar e emprestou sucessivamente Faes até abandonar o clube em 2018. Desde aí que tem feito tudo para provar que estavam errados. Gosta de ler e de ir pescar com o tio. Já leu os sete livros do Harry Potter... duas vezes. «Sou um grande fã», disse ao The Guardiam em setembro. «Adoro tanto aquela história. O meu favorito é o "Príncipe Misterioso". Vi que o Harry Potter World está perto de Londres e está na nossa lista para visitar muito em breve.»

5
Jan Vertonghen

JAN VERTONGHEN

Data de nascimento: 24/04/1987

Clube: Anderlecht

Posição: Defesa Central

Vertonghen e a família nunca pensaram regressar à Liga belga, mas, no último dia do último mercado, o antigo defesa dos Spurs juntou-se ao Anderlecht proveniente do Benfica em busca de mais tempo de jogo antes do Mundial. A família, que se tinha adaptado na perfeição a Lisboa, ficou devastada, ao ponto de os filhos estarem em lágrimas no voo para casa. Vertonghen é o jogador mais internacional pela Bélgica e quer continuar no ativo enquanto for possível, mas já não tem a velocidade de outros tempos. É um grande fã de ciclismo e Greg Van Avermaet é um dos seus ídolos.

6
Axel Witsel

AXEL WITSEL

Data de nascimento: 12/01/1989

Clube: Atlético de Madrid

Posição: Médio centro

Cresceu nos subúrbios de Liège a idolatrar Zidane, mas tornou-se um jogador bem mais defensivo do que o seu herói. Aos 33 anos, depois de deixar o Borussia Dortmund no verão, abraçou um novo desafio sob o comando de Diego Simeone no Atlético Madrid, ondou jogou os primeiros encontros como defesa-central. Recuperou de uma rutura no tendão de Aquiles para jogar no Euro 2020 e é frequentemente elogiado pelos seus treinadores pela inteligência. Tem vários negócios, incluindo a vinicultura e uma marca de roupa. Investiu numa companhia de aviação e tentou ser piloto, mas aí não foi bem-sucedido.

7
Kevin De Bruyne

KEVIN DE BRUYNE

Data de nascimento: 28/06/1991

Clube: Manchester City

Posição: Médio ofensivo

Os amigos chamam-lhe «secador» pelo seu sentido de humor seco. Aparenta ser alguém calmo, mas por baixo vive um competidor tremendo que muda completamente de personalidade quando entra em campo: calmo, mas ultracompetitivo. Resistência ao stress? De acordo com o próprio, quando são feitos os testes à saliva para testar os níveis de stress dos jogadores do City antes dos jogos, o dele está sempre abaixo de zero. Era um grande fã de Michael Owen e chorou quando a Argentina eliminou a Inglaterra nos penaltis no Mundial 1998. É ambidestro e há uma explicação caricata para isso: era tão bom a jogar com o pé direito que destruía os canteiros de flores em casa de um amigo: por isso, só tinha permissão para usar o pé esquerdo.

8
Youri Tielemans

YOURI TIELEMANS

Data de nascimento: 07/05/1997

Clube: Leicester

Posição: Médio centro

É cinturão azul em judo e em miúdo era muito bom a jogar basquetebol, mas escolhia sempre o futebol. Não se transferiu para o Arsenal no verão e está a lutar pela permanência no Leicester. Em tempos mais felizes marcou um grande golo da vitória na final da Taça de Inglaterra em 2021. Roberto Martínez, grande apreciador dele, disse em junho. «É incrivelmente versátil e mostrou-nos isso hoje. Foi capaz de criar e encontrar espaço por entre as linhas da Polónia. Ele dá-nos um grande equilíbrio.»

9
Romelu Lukaku

ROMELU LUKAKU

Data de nascimento: 13/05/1993

Clube: Inter

Posição: Ponta-de-lança

«Big Rom« é um dos melhores avançados do mundo quando está em forma e os 68 golos pela Bélgica em 102 jogos são um número impressionante. Contudo, é um facto que falhou nas duas grandes transferências da carreira: para o Manchester United e para o Chelsea. Estava no topo do mundo quando se juntou ao Chelsea por 97,5 milhões de libras (mais de 110 milhões de euros) no verão de 2021, mas caiu a pique e voltou ao Inter por empréstimo. Sente-se mais valorizado em Itália e o sentimento é mútuo entre adeptos e patrocinadores, sendo o deles a Calvin Klein, de quem é embaixador. Nos últimos tempos tem-se  debatido com lesões.

10
Eden Hazard

EDEN HAZARD

Data de nascimento: 07/01/1991

Clube: Real Madrid

Posição: Extremo esquerdo

Uma velha estrela que não tem brilhado. A sua transferência de sonho para o Real Madrid e a estadia em Madrid tornou-se num pesadelo por causa das lesões e mesmo quando está apto não tem muitos minutos. Apesar de todos os problemas, é adorado no balneário do Bernabéu pelo comportamento positivo. Tem cinco filhos – que podiam construir uma grande equipa de cinco para cinco. Apesar de não atravessar a melhor fase, ainda conta para Roberto Martínez.

11
Yannick Carrasco

YANNICK CARRASCO

Data de nascimento: 04/09/1993

Clube: Atlético de Madrid

Posição: Extremo

Gosta tanto de ganhar que fica inconsolável até quando perde nas cartas. Soube sempre que queria ser futebolista e dizia-o aos professores na escola. A caminho da veterania, está na segunda passagem pelo Atlético, aproximando-se das 60 internacionalizações pela Bélgica. Disse ao Pickx+ o que lhe desagrada em Diego Simeone: «Odeia passes de calcanhar. É mesmo algo de que não gosta. Do que gosta? Ah, quando dás um sprint para trás e recuperas a bola depois de um corte limpo.» É casado com a ex-miss Bélgica e Miss Mundo, Noemie Happart, e têm um filho.

12
Simon Mignolet

SIMON MIGNOLET

Data de nascimento: 06/03/1988

Clube: Club Brugge

Posição: Guarda-redes

É provável que venha votado o melhor jogador da liga belga de 2022 até janeiro e tem impressionado após regressar ao país de origem depois de 6 anos complicados em Liverpool. Tem tido uma influência tranquila no Club Brugge, que ajudou a vencer o campeonato em 2022 e a apurar-se para os oitavos de final da prova já nesta temporada. As 14 defesas e a baliza a zeros no jogo com o Atlético Madrid fixaram um recorde da competição. Embaixador da sua própria marca de café, -22, assim designada em honra do número que tem envergado ao longo da carreira.

13
Koen Casteels

KOEN CASTEELS

Data de nascimento: 25/01/1992

Clube: Wolfsburgo

Posição: Guarda-redes

Se perguntassem aos treinadores das camadas jovens do Genk em 2010 qual dos guarda-redes seria o melhor no futuro, muito provavelmente diriam Casteels e não Courtois. Estava sempre à frente do agora guarda-redes do Real Madrid, os timings das lesões não ajudaram. Valeu-lhe o apoio do irmão, um fisioterapeuta com boa reputação. Muito respeitado na Bundesliga, está no Wolfsburgo desde 2015 e tem mais de 200 jogos pelo clube.

14
Dries Mertens

DRIES MERTENS

Data de nascimento: 06/05/1987

Clube: Galatasaray

Posição: Avançado

O «napolitano adotado» deixou o Nápoles no verão de lágrimas nos olhos após nove maravilhosos anos para rumar ao Galatasaray. Tornou-se tão popular que foi feita arte de rua em honra dele. Manteve o apartamento na cidade, que visita sempre que tem alguns dias de folga. O seu filho ganhou a alcunha que Dries teve em Nápoles: Ciro. O avançado belga é um confesso admirador de cães, como disse ao Bleacher Report: «Sabes que gostam de ti por quem és. Não sabem se jogas futebol ou não. Por vezes as pessoas tratam-te bem porque és um futebolista ou porque és famoso, mas um cão não sabe. E isso é algo que gosto muito neles.»

15
Thomas Meunier

THOMAS MEUNIER

Data de nascimento: 12/09/1991

Clube: Borussia Dortmund

Posição: Lateral/Ala-Direito

Antes de Meunier se tornar profissional era carteiro e é justo dizer que (quase sempre) entrega. Trabalhou também num armazém enquanto era semiprofissional no Virton. Mas assim que assinou pelo Club Brugge nunca mais olhou para trás. Depois de quatro épocas no PSG assinou pelo Borussia Dortmund em 2020, onde joga regularmente. Grande admirador de arte, tinha a «Persistência da Memória» de Salvador Dali como papel de parede do telemóvel. «Ser carteiro é bem mais difícil do que se imagina», disse ao Players’ Tribune em 2018. «Na verdade, na oferecerpróxima vez que vires um carteiro à porta de casa devias abrir-lhe a porta e sorrir. Talvez um copo de chá ou algo do género. Porque é certo que estão a ter um dia difícil.»

16
Thorgan Hazard

THORGAN HAZARD

Data de nascimento: 29/03/1993

Clube: Borussia Dortmund

Posição: Extremo

O irmão mais novo de Eden tem 29 anos e já fez mais de 220 jogos na Bundesliga, mas esta época tem tido dificuldades e tem passado mais tempo no banco. Thorgan é um personagem jovial que gosta de brincar com o irmão e o resto dos colegas. O nome de batismo foi inspirado numa personagem fictícia – Thorgal Aegirsson, que nasceu noutro planeta e foi criado por vikings depois da sua nave espacial avariar na Terra. Treinadores e colegas chamam-lhe «Toto», uma alcunha pela qual não morre de amores. «Bem, não é a melhor alcunha, pois não? Mas também não podes escolher sempre a tua alcunha», disse em entrevista à BVB TV.

17
Leandro Trossard

LEANDRO TROSSARD

Data de nascimento: 04/12/1994

Clube: Brighton

Posição: Extremo esquerdo

Durante o confinamento construiu uma réplica do Taj Mahal em Legos, juntando todas as 5.923 peças. «Pensei: ‘O que posso fazer para passar o tempo?!’», disse ao The Guardian. «Então fui à procura de Legos e lembrei-me disso. Foi muito engraçado, sinceramente.» Leandro é uma pessoa calma e tranquila que gosta de passar o tempo com a família, incluindo o filho Thiago, que lhe pediu para celebrar os golos fazendo óculos em frente aos olhos com mãos. Está próximo de se tornar num habitual titular pela Bélgica e tem sete golos em 14 jogos na Premier League esta época, incluindo um hat-trick em Anfield.

18
Amadou Onana

AMADOU ONANA

Data de nascimento: 16/08/2001

Clube: Everton

Posição: Médio defensivo

É um médio forte e enérgico que nunca foi muito apreciado na Bélgica. O Anderlecht deixou-o sair e o Zulte Waregem estava relutante em pagar-lhe bilhetes de comboio, mas não deixou que as rejeições o pusessem em baixo. Continuou a acreditar e a sua irmã, Melissa, agora a sua agente, fez um vídeo que enviou para vários clubes. O Hoffenheim gostou do que viu e contratou-o em 2017. «A minha irmã teve cancro e conseguiu-me arranjar um teste. Tinha acabado de fazer quimioterapia e estava com o cabelo rapado. Todas as coisas pelas quais ela passou dão-me mais força», disse ao The Times. Depois do Hoffenheim, rumou ao Hamburgo, daí saltou para o Lille e neste verão chegou ao Everton por mais de 31 milhões de libras, cerca de 35 milhões de euros.

19
Leander Dendoncker

LEANDER DENDONCKER

Data de nascimento: 15/04/1995

Clube: Aston Villa

Posição: Médio defensivo

O médio cresceu numa quinta e era sobre ele que recaía a tarefa de limpar o chiqueiro. Está habituado a trabalhos duros e isso vê-se no campo. «Acho que para uma criança é bom poder crescer numa quinta. Tinha muito espaço para brincar com os meus irmão, mas também tinha de ajudar o meu pai muitas vezes», disse à BBC Radio 5 Live. «Vi o que ele fazia todos os anos, era muito duro e respeitava muito o que ele fazia.» O pai até fez um campo de futebol para Dendoncker e os dois irmãos. Depois de três anos no Wolves mudou-se para o Aston Villa no verão. É resguardado e não tem redes sociais. A versatilidade que tem - pode também alinhar na defesa - é uma mais-valia para Roberto Martínez.

20
Hans Vanaken

HANS VANAKEN

Data de nascimento: 24/08/1992

Clube: Club Brugge

Posição: Médio ofensivo

Alvo do interesse do West Ham no verão, parecia que o vice-capitão do Club Brugge ia sair para a Inglaterra, mas no fim - e depois de os adeptos lhe terem dedicado uma tarja enorme com a mensagem «Fica Hans, não vás» – decidiu ficar no clube onde estava desde 2015. Vanaken, médio ofensivo alto e com estilo, foi duas vezes votado jogador do ano no campeonato belga, tem um sentido de humor seco e gosta de música flamenga. Apareceu no famoso programa belga «O Humano Mais Esperto do Mundo», embora não tenha vencido. Tem cinco golos em 22 internacionalizações pela Bélgica antes do Mundial.

21
Timothy Castagne

TIMOTHY CASTAGNE

Data de nascimento: 05/12/1995

Clube: Leicester

Posição: Defesa direito

O versátil e incansável Castagne teve algumas lesões na cabeça ao longo dos anos. Quando era criança foi operado aos olhos e um choque de cabeças no Euro 2020 deixou-o com uma fratura na cavidade ocular. Esteve seis horas a ser operado e teve a carreira em risco: «Se o impacto tivesse sido 3 centimetros acima, a minha carreira acabava», disse. «Normalmente o Timothy levanta-se logo a seguir, mas ali não… vi a cara dele e soube logo. Foi muito comovente. Queríamos muito vê-lo e chorei muito, tal como as irmãs dele», revelou a mãe. Está na terceira época no Leicester, depois de ter chegado da Atalanta.

22
Charles De Ketelaere

CHARLES DE KETELAERE

Data de nascimento: 10/03/2001

Clube: Milan

Posição: Médio ofensivo

Depois de uma grande temporada no Club Brugge em 2021/2022, o Milan fez dele uma das suas principais contratações no verão. É justo dizer que o jovem belga tem tido um início de época com altos e baixos. Foi comparado a Kaká, mas também falhou um golo feito frente ao Monza e foi direto para os balneários depois do jogo, em vez de celebrar a vitória com os colegas e adeptos. O seu treinador, Stefano Pioli, defendeu-o depois do jogo: «Temos de respeitar o crescimento e tempo de adaptação: ele estava desiludido, mas não era fácil marcar aquele golo. Estar um bocado em baixo nestas alturas é normal, mas ele está a corresponder ao que esperávamos dele.» Além de craque no futebol, chegou a ser um dos melhores tenistas da sua geração, mas o seu desporto favorito era futebol e queria seguir as pisadas do ídolo Cristiano Ronaldo. Pode jogar em todas as posições do ataque.

23
Michy Batshuayi (AP)

MICHY BATSHUAYI

Data de nascimento: 02/10/1993

Clube: Fenerbahce

Posição: Ponta de lança

O seu valor pode ter decaído e já não é uma jovem promessa com grande potencial, mas continua um espírito livre e é muito apreciado pelos adeptos. Os outfits arrojados com que habitualmente se apresenta ajudam a alegrar o ambiente à sua volta. Além de moda, adora personagens de animação como Batman e... Spongebob. Há quem diga que é melhor nas redes sociais do que no campo, mas talvez isso seja um exagero: é que esta época tem estado em grande forma no Fenerbahçe de Jorge Jesus.

24
Lois Openda

LOIS OPENDA

Data de nascimento: 16/02/2000

Clube: Lens

Posição: Ponta de lança

O avançado rápido e versátil, podia ter escolhido entre três país para representar internacionalmente: Portugal, Marrocos e Bélgica. Rejeitou abordagens de Marrocos para jogar pela Bélgica, o país onde nasceu e onde fez toda a trajetória de formação no futebol. Produto das escolas do Club Brugge, está desde o verão passado Lens, para onde foi depois de uma época muito produtiva nos neerlandeses do Vitesse.

25
Jérémy Doku

JÉRÉMY DOKU

Data de nascimento: 27/05/2002

Clube: Rennes

Posição: Extremo direito

Jogador com velocidade explosiva, grande drible e poder de aceleração, Doku teve alguns momentos impressionantes no Euro 2020, mas sempre que parece estar perto da glória aparece uma lesão para atrapalhar. Está no Rennes, mas há uns anos esteve na órbita do Liverpool. Chegou a conheceu Jürgen Klopp e Mo Salah e o reds viam-no como potencial sucessor de Sadio Mané. Nessa altura acabou por ficar no Anderlecht, tendo rumado à Liga francesa em 2020.

26
Zeno Debast

ZENO DEBAST

Data de nascimento: 24/10/2003

Clube: Anderlecht

Posição: Defesa central

Fez a estreia pela seleção principal em setembro na Liga das Nações e é visto como «o futuro». Hoje é defesa, mas tudo podia ter sido diferente, ou não tivesse ele crescido como médio ofensivo e a idolatrar Cristiano Ronaldo. Debast tem muita qualidade, é carismático e tem capacidade física, mas talvez fosse benéfico para ele passar algum tempo com alguém como Sergio Ramos para acrescentar alguma agressividade ao seu jogo. Quando Jan Vertonghen lhe perguntou quem era o seu jogador favorito na seleção, respondeu naturalmente com um sorriso: «Jan Vertonghen». Depois, admitiu que provavelmente era Kevin De Bruyne, mas não esqueceu o seu antigo treinador no Anderlecht e lenda do futebol belga Vincent Kompany.

Textos de Kristof Terreur, que escreve para o HLN

Maisfutebol
Croácia: os jogadores 18 nov 2022, 16:13
Sérvia: os jogadores 17 nov 2022, 16:34
Bélgica: os jogadores 17 nov 2022, 15:08
Suíça: os jogadores 16 nov 2022, 13:36
Camarões: os jogadores 15 nov 2022, 15:46
EUA: os jogadores 15 nov 2022, 00:38
Irão: os jogadores 14 nov 2022, 23:24
Uruguai: o guia 11 nov 2022, 18:42
Gana: o guia 11 nov 2022, 15:09
Brasil: o guia 10 nov 2022, 21:39
Qatar: o guia 7 nov 2022, 10:43
Portugal: os jogadores 2 nov 2022, 00:32
Portugal: o guia 1 nov 2022, 23:42
Alemanha: o guia 25 jun 2022, 00:45
Bélgica: o guia 25 jun 2022, 00:00
Dinamarca: o guia 24 jun 2022, 23:55
Irlanda do Norte: o guia 24 jun 2022, 16:02
Áustria: o guia 24 jun 2022, 14:13
França: o guia 24 jun 2022, 00:00
Países Baixos: o guia 23 jun 2022, 23:24
Portugal: o guia 23 jun 2022, 20:41
Inglaterra: o guia 23 jun 2022, 11:38
Suécia: o guia 23 jun 2022, 00:00
Suíça: o guia 23 jun 2022, 00:00
Itália: as jogadoras 22 jun 2022, 20:04
Suíça: as jogadoras 21 jun 2022, 23:28
Bélgica: as jogadoras 21 jun 2022, 23:17
Noruega: as jogadoras 20 jun 2022, 23:35
França: as jogadoras 20 jun 2022, 14:32
Dinamarca: as jogadoras 19 jun 2022, 22:20
Suécia: as jogadoras 17 jun 2022, 00:10
Islândia: as jogadoras 16 jun 2022, 23:17
Finlândia: as jogadoras 16 jun 2022, 15:14
Inglaterra: as jogadoras 16 jun 2022, 01:24
Portugal: as jogadoras 31 mai 2022, 18:34
Polónia: a análise 11 jun 2021, 23:48
França: a análise 11 jun 2021, 13:53
Espanha: a análise 11 jun 2021, 00:00
Eslováquia: a análise 11 jun 2021, 00:00
Escócia: a análise 10 jun 2021, 22:40
Croácia: a análise 10 jun 2021, 22:39
Inglaterra: a análise 10 jun 2021, 22:39
Portugal: a análise 10 jun 2021, 22:01
Suécia: a análise 10 jun 2021, 21:14
Ucrânia: a análise 10 jun 2021, 01:20
Áustria: a análise 10 jun 2021, 01:19
Rússia: a análise 9 jun 2021, 00:11
Finlândia: a análise 9 jun 2021, 00:10
Suíça: a análise 8 jun 2021, 00:11
Turquia: a análise 8 jun 2021, 00:11
Finlândia 7 jun 2021, 00:24
Suíça 7 jun 2021, 00:23
Suécia 7 jun 2021, 00:23
Escócia 7 jun 2021, 00:23
Dinamarca 7 jun 2021, 00:23
Espanha 7 jun 2021, 00:22
Ucrânia 7 jun 2021, 00:22
Itália 7 jun 2021, 00:22
Países Baixos 7 jun 2021, 00:22
Turquia 7 jun 2021, 00:21
Bélgica 7 jun 2021, 00:21
País de Gales 7 jun 2021, 00:20
Macedónia do Norte 7 jun 2021, 00:20
Rep. Checa 7 jun 2021, 00:20
Polónia 7 jun 2021, 00:20
Áustria 7 jun 2021, 00:19
Croácia 7 jun 2021, 00:19
Hungria 7 jun 2021, 00:19
Rússia 7 jun 2021, 00:19
Alemanha 7 jun 2021, 00:18
Eslováquia 7 jun 2021, 00:18
Inglaterra 7 jun 2021, 00:18
França 7 jun 2021, 00:17
Portugal 20 mai 2021, 23:45
100 anos do Sp. Braga 18 jan 2021, 23:51