Maisfutebol

Camarões: os jogadores

1
SIMON NGAPANDOUETNBU (getty)

SIMON NGAPANDOUETNBU

Data de nascimento: 12/4/2003

Clube: Marselha

Posição: Guarda-Redes

Pode ser um dos mais novos do plantel dos Camarões na competição. O jovem guarda-redes, que decidiu representar os Camarões, depois de jogar nos escalões de formação de França, ainda está para se afirmar no seu clube, mas é considerado um jogador de grande potencial. Nascido em Foumban, na região oeste dos Camarões, Ngapandouetnbu mudou-se jovem para França. Contudo, o seu país ficou de olho nele. Foi contactado pelo antigo selecionador sub-17, Thomas Liibih, que o queria no Mundial da categoria de 2019, mas recusou. Deu a mesma resposta quando foi chamado para a seleção AA, para jogos amigáveis em setembro de 2021. Fez o país esperar até setembro de 2022, antes de se juntar aos Leões Indomáveis, para os amigáveis frente a Uzbequistão e Coreia do Sul. Entra na lista ainda por se estrear em jogos oficiais pelo Marselha e pelos Camarões.

2
JÉRÔME NGOM (getty)

JÉRÔME NGOM

Data de nascimento: 30/9/1998

Clube: Colombe Sportive

Posição: Médio

Convocado para o Mundial horas depois de cumprir a primeira internacionalização, na preparação, frente à Jamaica, o jogador de 24 anos é um dos dois atletas da convocatória que joga no país natal, juntamente com Souaibou Marou. O médio, que representou os Camarões nas seleções jovens, joga na primeira divisão do país e revelou a sua ambição em março. «Muitos jogadores sonham em jogar pela seleção nacional. É claro que é um sonho para mim. Estou a trabalhar a dobrar para assegurar um lugar». Foi recompensado.

3
NICOLAS NKOULOU (AP)

NICOLAS NKOULOU

Data de nascimento: 27/3/1990

Clube: Aris FC

Posição: Central

Só regressou à seleção em setembro deste ano, terminando uma ausência de cinco anos. O defesa do Aris é considerado um dos veteranos da equipa cuja responsabilidade vai para além dos relvados. Nkoulou participou nos Mundiais de 2010 e 2014 e será um dos raros casos nos Camarões de jogadores a alinhar no seu terceiro Mundial. O antigo defesa do Lyon chega ao torneio com 76 internacionalizações e pode ultrapassar lendas como Roger Milla e Jacques Songo’o como o sexto mais internacional da história do país.

4
CHRISTOPHER WOOH (AP)

CHRISTOPHER WOOH

Data de nascimento: 18/9/2001

Clube: Rennes

Posição: Defesa Central

Wooh é uma das principais novidades aos Camarões depois da qualificação para o Mundial. O central que por nascimento podia representar França ou Camarões, escolheu a seleção africana. Creditou mais tarde o presidente da federação camaronesa, Eto’o, por ter tido um papel importante pela escolha em representar os Camarões e não a França. O jovem e imponente central pode competir com jogadores mais estabelecidos e somar à sua única internacionalização até ao momento.

5
GAEL ONDOUA (AP)

GAEL ONDOUA

Data de nascimento: 4/11/1995

Clube: Hannover 96

Posição: Médio

Foi chave para a qualificação para o Mundial, especialmente na segunda mão do play-off frente à Argélia. Ondoua, que também tem passaporte russo, começou a carreira como médio criativo e a sua habilidade para vencer duelos e iniciar contra-ataques é um elemento importante na forma como jogam os Camarões sob comando de Rigobert Song.

6
MOUMI NGAMALEU (AP)

MOUMI NGAMALEU

Data de nascimento: 9/7/1994

Clube: Dínamo Moscovo

Posição: Extremo Esquerdo

O extremo começou bem no campeonato russo após de se ter juntado ao Dínamo Moscovo na última semana do mercado de verão. Tem sido um dos principais talentos camaroneses no decorrer do último ano. Foi crucial na qualificação do Mundial, especialmente durante a fase de grupos, marcando e assistindo por duas vezes em três dos seis jogos. Com a forma de Choupo Moting e Bryan Mbeumo pode limitar-se a ser o extremo suplente quando o torneio se iniciar.

7
Nkoudou (Getty)

GEORGES-KÉVIN NKOUDOU

Data de nascimento: 13/2/1995

Clube: Besiktas

Posição: Extremo Esquerdo

N’Koudou é uma das novidades prontas a deixar a sua marca no primeiro torneio internacional pelos Camarões. O finalizador letal, que joga no Besiktas, está a desfrutar de um bom início de temporada. Marcou quatro golos em 11 jogos pelo emblema turco esta época, eficiência que Song quer ver na seleção. N’Koudou optou representar os Camarões em vez de França, e estreou-se pela seleção num jogo de qualificação para a CAN 2023, frente ao Burundi.

8
Anguissa (AP)

ANDRÉ-FRANK ZAMBO ANGUISSA

Data de nascimento: 16/11/1995

Clube: Nápoles

Posição: Médio

Provavelmente um dos mais hipnotizantes jogadores camaroneses neste momento, Zambo Anguissa está a fazer magia na Nápoles de Luciano Spaletti. O antigo médio do Fulham, que marcou cinco golos e fez quatro assistências em 42 internacionalizações, falhou os play-offs frente à Argélia em março devido a lesão. O jogador de 26 anos está, contudo, a protagonizar um grande início de época no Estádio Diego Armando Maradona. Marcou três golos e fez seis assistências nos 18 jogos disputados esta temporada. Se transportar o atual momento de forma ou pelo menos se jogar tão bem como na outra competição FIFA pelos Camarões (Taça das Confederações, 2017), pode bem ser o catalisador dos Camarões no Qatar. A sua primeira internacionalização surgiu a 24 de março de 2017 numa vitória num amigável frente à Tunísia. Zambo Anguissa tem sido irregular na seleção, fazendo desta competição algo que quer pegar pelo colarinho para finalmente silenciar os críticos.

9
JEAN-PIERRE NSAME (getty)

JEAN-PIERRE NSAME

Data de nascimento: 1/5/1993

Clube: Young Boys

Posição: Ponta-de-lança

Goleador letal nas competições domésticas e internacionais pelo Young Boys nos últimos anos. Já foi jogador destaque pelo clube múltiplas vezes campeão suíço, mas ainda não conseguiu fazer a diferença em três internacionalizações pelos Camarões. Um bom Mundial no Qatar fará maravilhas à sua valorização.

10
Vincent Aboubakar

VINCENT ABOUBAKAR

Data de nascimento: 22/1/1992

Clube: Al Nassr

Posição: Ponta-de-lança

Capitão da seleção, vencedor da CAN 2017, melhor marcador da CAN 2021, nomeado pelo CAF como maior promessa do ano, duas vezes campeão português (FC Porto), duas vezes campeão turco e uma vez vencedor da Taça da Turquia (Besiktas), Vincent Aboubakar está no crepúsculo da sua carreira. A primeira internacionalização veio num amigável frente à Eslováquia em 2010; o primeiro golo num amigável frente à Polónia; o primeiro golo oficial num jogo de qualificação para a CAN 2015 frente ao Congo em 2014 e um golo memorável que deu a CAN 2017 aos Camarões. É um dos candidatos à titularidade como ponta-de-lança. Aboubakar chegou aos palcos do Mundial em 2010, como adolescente. O avançado que joga no Al-Nassr é o terceiro melhor marcador da história dos Camarões, com 37 golos em 93 jogos. Só está atrás de Roger Milla e Samuel Eto’o em termos de golos marcados na seleção. Pode tornar-se no quinto jogador dos Camarões a chegar às 100 internacionalizações se jogar todos os jogos do torneio e os Camarões chegarem à final, como espera o presidente da federação.

11
CHRISTIAN BASSOGOG (getty)

CHRISTIAN BASSOGOG

Data de nascimento: 18/10/1995

Clube: Shanghai Shenhua

Posição: Avançado

Após marcar cinco golos e feito três assistências em 22 jogos na Superliga Chinesa esta época, o jogador de 27 anos chega ao Qatar com bom espírito: «Não estamos aqui para fazer número, nós vamos dar tudo». Já teve várias experiências no estrangeiro, jogou nos EUA, na Dinamarca e na China – primeiro no Henan Jianye em 2017, e agora no Shanghai Shenhua, clube ao qual se juntou no ano passado. Em fevereiro de 2020 fez uma doação significativa para ajudar estudantes camaroneses de áreas atingidas por surtos de Coronavírus. «É importante que nos mantenhamos juntos nestes períodos, e mostremos apoio e amor aos mais necessitados», declarou então.  

12
KARL TOKO EKAMBI (AP)

KARL TOKO EKAMBI

Data de nascimento: 14/9/1992

Clube: Lyon

Posição: Ponta-de-lança

Toko Ekambi construiu a reputação de marcar golos importantes pelos Camarões. Foi um dos melhores marcadores da seleção em 2022. Marcou cinco golos na CAN deste ano e apontou o golo no último suspiro frente à Argélia que valeu a qualificação para o Mundial. O avançado nascido em França, que começou uma carreira alternativa como rapper, venceu a CAN 2017 e teve uma passagem pelo Villarreal antes de se juntar ao Lyon. Se estiver no seu melhor no Qatar pode ser muito importante para as ambições dos Camarões no Mundial.

13
CHOUPO-MOTING (AP)

CHOUPO-MOTING

Data de nascimento: 23/3/1989

Clube: Bayern Munique

Posição: Ponta-de-lança/Extremo

Capaz de jogar nos flancos ou no eixo do ataque, Choupo começou a encontrar o melhor ritmo desde que Nagelsmann passou a dar-lhe mais minutos no Bayern Munique. Marcou 11 golos e fez três assistências em 16 jogos pelo Bayern Munique. O avançado ‘disfarçado’ encontrou uma nova eficácia à frente da baliza, exatamente o que quer Song, pouco tempo antes do início do Mundial. Um dos 18 golos que marcou em 68 jogos pelos Camarões deu o mote para a reviravolta frente à Argélia nos play-offs de qualificação para o Mundial.

14
SAMUEL OUM GOUET (getty)

SAMUEL OUM GOUET

Data de nascimento: 14/12/1997

Clube: Mechelen

Posição: Médio

O médio defensivo foi indiscutível na CAN disputada este ano, sendo titular em todos os jogos, mas enfrenta uma tarefa difícil pela titularidade no Qatar. Tem capacidades de liderança que explicam o facto de ter sido capitão em múltiplos escalões de formação da seleção no passado. Possui a aptidão de travar os ataques do adversário e mostoru isso nas suas 21 internacionalizações pela seleção desde a estreia frente ao Ruanda num jogo amigável. Pode estar a ter dificuldades em ganhar minutos no Mechelen, mas continua importante nos planos de Song para o Mundial.

15
KUNDE MALONG (AP)

KUNDE MALONG

Data de nascimento: 26/7/1995

Clube: Olympiakos

Posição: Médio

O médio que joga no futebol grego está pronto a representar a seleção na sua terceira fase final. Kunde figurou nas últimas duas edições da CAN, mas será o seu primeiro Mundial. O médio do Olympiakos teve um papel importante no play-off frente à Argélia, começando a jogada que deu origem ao segundo golo dos Camarões. Os seus passes longos e cobrança de bolas paradas serão, sem dúvida, vitais para os Leões Indomáveis. O jogador de 27 anos tem três assistências em 43 internacionalizações.

16
DEVIS EPASSY (getty)

DEVIS EPASSY

Data de nascimento: 2/2/1993

Clube: Abha SC

Posição: Guarda-redes

Nascido em França, Epassy é de ascendência camaronesa. Começou a carreira no seu país de origem na formação do Rennes, em 2012. Teve oportunidade em alguns clubes franceses, mas finalmente estabeleceu-se nos espanhóis do Guijuelo. Embora jogasse com regularidade nunca foi chamado pelas seleções francesas. Os Camarões abordaram-no em 2020 através do então treinador de guarda-redes e antigo internacional Jacques Celestin Songo’o. Aceitou e foi chamado para representar o país em junho de 2021. Estreou-se num empate sem golos frente à Nigéria. A sua impressionante exibição permitiu-lhe acrescentar quatro internacionalizações durante o período de suspensão de Andre Onana. Epassy fez parte do plantel da CAN 2021 e nos cinco jogos pelos Camarões não sofreu golos em três. Espera-se que seja um bom suplente para Andre Onana durante o Mundial.

17
MBAIZO OLIVIER (getty)

MBAIZO OLIVIER

Data de nascimento: 15/8/1997

Clube: Philadelphia Union

Posição: Lateral Direito

Mbaizo está em contenção para o que será apenas a segunda competição pela seleção. O defesa que alinha na MLS, pelos Philadelphia Union, pode ser escolhido como um dos laterais dos Leões Indomáveis. O antigo defesa do US Douala é um dos raros casos na atual seleção camaronesa que jogou em todos os escalões jovens da seleção. Mbaizo representou os Camarões por 11 ocasiões, algumas delas durante a qualificação para o Mundial.

18
MARTIN HONGLA (getty)

MARTIN HONGLA

Data de nascimento: 16/3/1998

Clube: Hellas Verona

Posição: Médio

Importante durante a qualificação africana com duas assistências, o médio tem estado num impressionante momento de forma pela seleção desde o início de 2022. Foi o jogador com mais assistencias pelos Leões Indomáveis na CAN deste ano. A sua qualidade pelo Royal Antwerp da Bélgica valeu-lhe a mudança para o Hellas Verona no ano passado, estabelecendo-se como titular. Com a sua velocidade e habilidade para criar e finalizar, Hongla tem tudo para iluminar os Camarões.

19
FAI COLLINS (AP)

FAI COLLINS

Data de nascimento: 13/8/1992

Clube: Al Tai

Posição: Lateral-Direito

O lateral de 30 anos é considerado um dos líderes da seleção nos dias de hoje. Fai formou-se na US Douala nos Camarões e venceu o campeonato nacional aos 19 anos, em 2012. Foi considerado um dos maiores talentos na altura e mais tarde conseguiu uma transferência para o estrangeiro. Em 2013 mudou-se do Njalla Quan Sports Academy of Limbe para os romenos do Dínamo Bucareste e não olhou para trás. Passou três anos no Dínamo. Nessa altura estreou-se pela seleção num amigável frente à Nigéria. Fai acabou por se mudar para o Standard Liège, no qual passou seis anos e tornou-se herói de culto antes de partir para os sauditas do Al Tai em janeiro deste ano. O vencedor da CAN 2017 também esteve na Taça das Confederações no mesmo ano. Fez parte dos Camarões na CAN 2019 e 2021, fazendo do Mundial a sua quinta grande competição pela seleção. Se tudo se mantiver como está, Fai vai aumentar as suas 40 internacionalizações no Qatar.

20
BRYAN MBEUMO (AP)

BRYAN MBEUMO

Data de nascimento: 7/8/1999

Clube: Brentford

Posição: Extremo-Direito/Ponta-de-lança

As especulações surgem há meses e têm recebido imensa atenção. Por isso, em agosto, quando a federação anunciou que Bryan Mbeumo optou por representar os Camarões em vez de França, houve muito burburinho. A decisão de Mbeumo naquele que é agora chamado ‘o projeto Eto’o’ gerou celebrações nos Camarões. Os primeiros tempos do antigo internacional jovem por França mostraram que será um jogador de impacto durante anos.

21
CASTELLETTO (AP)

JEAN-CHARLES CASTELLETTO

Data de nascimento: 26/1/1995

Clube: Nantes

Posição: Defesa Central

Castelletto é um dos principais defesas dos Camarões à partida para o Mundial. O defesa italiano podia representar Camarões, França ou Itália. Escolheu os Camarões e fez a estreia na qualificação para o Mundial 2018, num jogo frente à Zâmbia. Castelletto, filho de pai italiano, jogou por todos os escalões jovens de França antes de escolher representar os Camarões. Nos últimos 12 meses tornou-se numa das mais consistentes opções defensivas dos Camarões. É esperado que seja titular no Mundial. O central do Nantes fez parte da Taça das Confederações em 2017 e da CAN 2022, disputada nos Camarões.

22
OLIVIER NTCHAM (AP)

OLIVIER NTCHAM

Data de nascimento: 9/2/1996

Clube: Swansea

Posição: Médio

Ntcham, nascido em França, fez força para ser titular nos amigáveis de setembro. Embora os Camarões tenham perdido frente a Uzbequistão e Coreia do Sul, jogou bem em ambos os encontros. Tem exibições de topo em quase todos os jogos pelo Swansea na segunda divisão do futebol inglês. O antigo internacional francês pelas camadas jovens está pronto a figurar na primeira competição internacional pelos Camarões, tendo optado por representar os Leões Indomáveis neste ano.

23
ANDRE ONANA (AP)

ANDRE ONANA

Data de nascimento: 2/4/1997

Clube: Inter

Posição: Guarda-redes

Provavelmente o mais talentoso guarda-redes camaronês dos últimos 10 anos, Onana começou a carreira na Fils’ Fundesport Academia, de Samuel Eto’o, no princípio dos anos 2000. Onana juntou-se posteriormente à popular academia do Barcelona, La Masía. Do Barcelona mudou-se para os gigantes de Amesterdão, Ajax, em 2015, naquele que foi o ponto de viragem da carreira. Durante a sua passagem pelo Ajax jogou por uma vez nos sub-20 dos Camarões antes de rumar à seleção principal. Onana estreou-se pelos Camarões em setembro de 2016 num amigável frente ao Gabão. Recusou surpreendentemente a chamada para a CAN no ano seguinte. Regressou à seleção após a prova como titular, à frente do seu primo Fabrice Ondoa, durante a CAN 2019 no Egito. Tudo lhe corria bem até fevereiro de 2021, quando foi suspenso do futebol por 12 meses depois de testar positivo a uma substância proibida. O Ajax disse que tomou por engano a medicação da mulher e que iriam apelar da decisão. A suspensão foi reduzida para nove meses pelo TAD em junho. O guarda-redes do Inter que tem 48 internacionalizações pelo seu país é esperado ser uma das estrelas dos Camarões no Mundial 2022.

24
ENZO EBOSSE (AP)

ENZO EBOSSE

Data de nascimento: 11/3/1999

Clube: Udinese

Posição: Defesa Central

Ebosse é um dos jogadores camaroneses que podia representar outro país, mas escolheu os Leões Indomáveis. O jogador que alinha na Udinese tem tido um bom arranque de carreira no clube. Apesar de ter feito parte da equipa da CAN, organizada nos Camarões, não pôde jogar por questões burocráticas relacionadas com a aprovação administrativa da sua escolha de jogar pelos Camarões. É esperado que Enzo lute pela titularidade na lateral-esquerda.

25
NOUHOU TOLO (AP)

NOUHOU TOLO

Data de nascimento: 23/6/1997

Clube: Seattle Sounders

Posição: Defesa Central / Lateral Esquerdo

O jogador de 25 anos assentou perfeitamente a lateral-esquerdo pelos Camarões. O antigo defesa do Rainbow FC fez parte da seleção que jogou em casa na CAN 2022. Tolo representou os escalões jovens dos Camarões antes de fazer a sua estreia na seleção sénior. Estreou-se num empate (2-2) frente à Zâmbia, durante a qualificação para o Mundial 2018. Tem 17 internacionalizações pelo seu país e a mais celebrada foi a meia-final da CAN 2021, quando travou Mohamed Salah.

26
SOUAIBOU (getty)

MAROU SOUAIBOU

Data de nascimento: 3/12/2000

Clube: Coton Sport FC

Posição: Extremo/Ponta-de-lança

O veloz avançado esteve excelente no Coton Sport nas competições domésticas e internacionais. O extremo que pode jogar em ambos os flancos pode ser uma surpresa no seu primeiro Mundial. Foi o melhor marcador do Coton Sport na última época e recentemente coroado futebolista do ano nos Camarões depois de uma época com 21 golos. Qualquer presença no Qatar será uma surpresa já que ainda busca a primeira internacionalização.

 

Textos de Angu Lesley N. Akonwi, que escreve para o Kick442.

 

Maisfutebol
Croácia: os jogadores 18 nov 2022, 16:13
Sérvia: os jogadores 17 nov 2022, 16:34
Bélgica: os jogadores 17 nov 2022, 15:08
Suíça: os jogadores 16 nov 2022, 13:36
Camarões: os jogadores 15 nov 2022, 15:46
EUA: os jogadores 15 nov 2022, 00:38
Irão: os jogadores 14 nov 2022, 23:24
Uruguai: o guia 11 nov 2022, 18:42
Gana: o guia 11 nov 2022, 15:09
Brasil: o guia 10 nov 2022, 21:39
Qatar: o guia 7 nov 2022, 10:43
Portugal: os jogadores 2 nov 2022, 00:32
Portugal: o guia 1 nov 2022, 23:42
Alemanha: o guia 25 jun 2022, 00:45
Bélgica: o guia 25 jun 2022, 00:00
Dinamarca: o guia 24 jun 2022, 23:55
Irlanda do Norte: o guia 24 jun 2022, 16:02
Áustria: o guia 24 jun 2022, 14:13
França: o guia 24 jun 2022, 00:00
Países Baixos: o guia 23 jun 2022, 23:24
Portugal: o guia 23 jun 2022, 20:41
Inglaterra: o guia 23 jun 2022, 11:38
Suécia: o guia 23 jun 2022, 00:00
Suíça: o guia 23 jun 2022, 00:00
Itália: as jogadoras 22 jun 2022, 20:04
Suíça: as jogadoras 21 jun 2022, 23:28
Bélgica: as jogadoras 21 jun 2022, 23:17
Noruega: as jogadoras 20 jun 2022, 23:35
França: as jogadoras 20 jun 2022, 14:32
Dinamarca: as jogadoras 19 jun 2022, 22:20
Suécia: as jogadoras 17 jun 2022, 00:10
Islândia: as jogadoras 16 jun 2022, 23:17
Finlândia: as jogadoras 16 jun 2022, 15:14
Inglaterra: as jogadoras 16 jun 2022, 01:24
Portugal: as jogadoras 31 mai 2022, 18:34
Polónia: a análise 11 jun 2021, 23:48
França: a análise 11 jun 2021, 13:53
Espanha: a análise 11 jun 2021, 00:00
Eslováquia: a análise 11 jun 2021, 00:00
Escócia: a análise 10 jun 2021, 22:40
Croácia: a análise 10 jun 2021, 22:39
Inglaterra: a análise 10 jun 2021, 22:39
Portugal: a análise 10 jun 2021, 22:01
Suécia: a análise 10 jun 2021, 21:14
Ucrânia: a análise 10 jun 2021, 01:20
Áustria: a análise 10 jun 2021, 01:19
Rússia: a análise 9 jun 2021, 00:11
Finlândia: a análise 9 jun 2021, 00:10
Suíça: a análise 8 jun 2021, 00:11
Turquia: a análise 8 jun 2021, 00:11
Finlândia 7 jun 2021, 00:24
Escócia 7 jun 2021, 00:23
Suíça 7 jun 2021, 00:23
Suécia 7 jun 2021, 00:23
Dinamarca 7 jun 2021, 00:23
Espanha 7 jun 2021, 00:22
Ucrânia 7 jun 2021, 00:22
Itália 7 jun 2021, 00:22
Países Baixos 7 jun 2021, 00:22
Turquia 7 jun 2021, 00:21
Bélgica 7 jun 2021, 00:21
País de Gales 7 jun 2021, 00:20
Macedónia do Norte 7 jun 2021, 00:20
Rep. Checa 7 jun 2021, 00:20
Polónia 7 jun 2021, 00:20
Áustria 7 jun 2021, 00:19
Croácia 7 jun 2021, 00:19
Hungria 7 jun 2021, 00:19
Rússia 7 jun 2021, 00:19
Alemanha 7 jun 2021, 00:18
Eslováquia 7 jun 2021, 00:18
Inglaterra 7 jun 2021, 00:18
França 7 jun 2021, 00:17
Portugal 20 mai 2021, 23:45
100 anos do Sp. Braga 18 jan 2021, 23:51