A ideia é simples: criar um portal agregador das redes sociais utilizadas pelos atletas para tornar mais fácil seguir os passos dos seus ídolos que estiveram ou vão estar presentes nos Jogos Olímpicos. E já pode visitá-lo aqui.

O Comité Olímpico Internacional juntou as páginas de Facebook e Twitter de centenas de atletas e facilitou, através do portal «The Hub», a comunicação entre os fãs e os desportistas.

Para além de servir como base de dados, o portal permite que os atletas olímpicos possam ir construindo os seus perfis, arrecadando cada vez mais seguidores, enquanto estes desfrutam do acompanhamento da preparação dos desportistas e dos seus pensamentos.

Quando os Jogos Olímpicos começarem, o «Hub» vai informar os resultados em tempo real e organizará chats entre os atletas e os utilizadores.

Para já, a única representante portuguesa é Naide Gomes, cujo perfil é seguido por quase cinco mil fãs.

LeBron James, com quase 15 milhões de fãs, Kobe Bryant, com mais de 12 milhões, e Roger Federer (10.605.285 fãs) são os mais seguidos.

O portal tem mais para oferecer: quantos mais atletas seguir, mais pontos ganha, e, com eles, vai desbloqueando outras funções, como vídeos com dicas de treino de medalhados olímpicos como a ginasta romena Nadia Comaneci e o nadador norte-americano Mark Spitz.

O Comité Olímpico Internacional garantiu que o «Hub» vai servir para aumentar a «influência e o reconhecimento» dos atletas.