«Agora estou mais tranquilo, mais relaxado, mas consciente da responsabilidade. Vou tentar agarrar a oportunidade», disse Edinho, assumindo que a chamada, a primeira, é «o concretizar de um sonho». «Vir à Selecção era um objectivo que tinha. Trabalhei para isso. É um orgulho muito grande e espero retribuir a confiança», acrescentou ainda.

Edinho espera «ajudar a equipa a alcançar os objectivos». As contas do apuramento não estão fáceis, mas o avançado acredita numa vitória frente à Suécia: «Sabemos que é preciso vencer e tudo faremos por isso.»

Juntamente com Edinho, chegaram também Gonçalo Brandão e Duda. Fica a faltar apenas Simão Sabrosa para o grupo estar completo. O jogador do Atlético de Madrid chega nesta segunda-feira à noite, uma vez que foi ao norte do país, ter com a família, recentemente assolada por uma tragédia.