Messi receberá o cheque antes do início da partida da segunda mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões desta quarta-feira, frente ao Estugarda. O prémio vai reverter a favor da campanha da Cruz Vermelha para as vítimas das minas do Afeganistão.

Messi já se pronunciou sobre a escolha dos mais de 250 mil utilizadores do site Uefa.com, que o elegeram como o melhor avançado de 2009. «É uma grande honra para mim ter sido escolhido pelos utilizadores de uefa.com para fazer parte da melhor equipa de 2009. Isto permite-me ajudar pessoas menos afortunadas que há no mundo. Nesse sentido, é importante entregar o cheque de 100 mil euros à Cruz Vermelha Internacional».