A equipa de Miguel (90 minutos e um cartão amarelo) mantém-se no quarto lugar e agora a cinco pontos apenas do adversário de hoje.

A partida começou muito bem para o Sevilha. Aos nove minutos, os forasteiros adiantaram-se no marcador através de uma cabeçada de Julien Escudé. Até ao intervalo, o controlo do jogo pertenceu por inteiro à equipa visitante, mas a expulsão de Adriano colocou tudo a perder.

O brasileiro deixou a sua equipa reduzida a dez elementos perto do tempo de descanso e no segundo tempo o domínio passou a pertencer ao Valência. Em superioridade numérica, os homens do Mestalla empataram de grande penalidade aos 47 minutos (por David Villa), na sequência de uma falta desnecessária de Escudé.

Mas o pior para o Sevilha estava ainda por chegar. A sete minutos do final, mais uma grande penalidade ingénua, desta vez cometida por Fernando Navarro e concretizada por Mata; o golpe de misericórdia seria dado por Pablo Hernandez já depois do minuto 90.

Os outros dois portugueses do Valência, Manuel Fernandes e Hugo Viana, não fizeram parte da ficha de jogo.

Resultados da 31ª jornada:

Domingo

Valladolid-Villarreal, 0-0

Espanhol-Racing Santander, 1-0

(Ivan Alonso, 57)

Almería-Osasuna, 2-1

(Negredo, 74 e 89) (Pandiani, 84)

Valência-Sevilha, 3-1

(David Villa, 47, g.p.; Mata, 83, g.p.; Hernandez, 90) (Escudé, 9)

Mais tarde

Bétis-Sp. Gijón

Sábado

Getafe-Barcelona, 0-1

(Messi, 19m)

At. Madrid-Numancia, 3-0

(Banega, 62m; Forlan, 79m; Simão, 90m)

Málaga-Maiorca, 1-1

(Apono, 53m)(Arango, 59m)

At. Bilbao-Deportivo, 0-1

(Alvarez, 85m)

Rec. Huelva-Real Madrid, 0-1

(Marcelo, 49)