Depois do duelo na Taça do Rei, o Valencia regressou a Sevilha, ao Estádio Benito Villamarín, para bater o Betis por 2-1, com dois golos de Gonçalo Guedes, num jogo importante para as ambições europeias das duas equipas. O internacional português, com oito golos nos últimos dez jogos, voltou a ser determinante em mais um triunfo da equipa do Mestalla que acabou o jogo reduzida a dez por expulsão do ex-benfiquista Rodrigo.

Confira a FICHA DO JOGO

Ainda sem William Carvalho, a recuperar de lesão, o Betis até entrou melhor no jogo e, ao longo da primeira parte, até criou várias oportunidades, com destaque para Tello, para abrir o marcador, mas foi mesmo Gonçalo Guedes que marcou o primeiro golo, mesmo antes do intervalo. O extremo entrou na área, saiu e rematou fortíssimo com o pé direito. Pau López ainda chegou à bola, mas apenas com a ponta dos dedos, sem conseguir evitar o golo.

A segunda parte começou como acabou a primeira, com um golo de Gonçalo Guedes. Um golo muito semelhante, a surgir na sequência de um canto, com o avançado a disparar outra vez forte, na mesma direção e com o mesmo resultado, desta vez sem hipóteses para o guarda-redes do Bétis.

O jogo seguiu aberto e o Betis ainda reduziu a diferença, aos 77 minutos, numa grande penalidade convertida por De Celso a punir um corte com o braço de Paulista. Logo a seguir Rodrigo viu um segundo cartão amarelo e recebeu ordem de expulsão. O Bétis ainda acreditou e carregou sobre os visitantes que defenderam a vantagem até final.

Uma preciosa vitória que permite ao Valencia destacar-se no quinto lugar a apenas dois pontos do Getafe que ocupa a última posição que dá acesso à Liga dos Campeões. O Betis fica numa situação bem mais complicada na luta pela Europa, caindo para o nono lugar, já a nove pontos do Sevilha, que ocupa a última vaga de acesso à Liga Europa.

Confira a classificação