O clube espanhol processou o jogador e o Benfica como «responsável subsidiário». Nesta terça-feira, anuncia o Real Valladolid, as partes chegaram a um acordo antes de uma sessão em tribunal.

Lolo vai despender uma verba pela sua saída abrupta em agosto de 2013 e o Benfica fará o mesmo. O avançado reforçou o clube encarnado nessa altura, representando a equipa B. Entretanto, foi emprestado ao Lugo, do seu país.

O Real Vallladolid fica ainda com uma percentagem sobre a venda ou empréstimo do jogador enquanto este mantiver o vínculo com o Benfica.