OFICIAL: CJ confirma redução de penas a Hulk e Sapunaru

«O Hulk não vai tomar providências nenhumas, vai concentrar-se no trabalho e dar tudo pela equipa. Agora a responsabilidade é minha. Eu mesmo, junto com o departamento jurídico da minha empresa, vou tratar de tudo. A Comissão Disciplinar tem no mínimo de fazer um pedido de desculpas mundial», disse.

Em conversa com o Maisfutebol, Teodoro Fonseca adianta porém que as desculpas não chegam. Llemba que Hulk «deixou de ir à selecção», por isso «tem o Mundial quase irremediavelmente em risco» e «foi penalizado financeiramente». «Ele tem de ser ressarcido pelo dano enorme que sofreu», sublinhou.

«Há três meses que sabia estar a ser cometido um erro. Sempre soubemos que a justiça seria feita e por isso o Hulk manteve-se tranquilo. Mas revoltado. A justiça foi tardia. A Comissão Disciplinar cometeu um erro de três meses. Deixou o atleta 17 jogos de fora injustamente, é uma coisa nunca vista no Mundo.»

«O Sindicato de Jogadores deve tomar providências»

Por isso Teodoro Fonseca espera não ser o único a agir judicialmente. «Espero que o Sindicato de Jogadores também tome as devidas providências para evitar que casos destes se repitam. Tem de ser levantado um processo à Comissão Disciplinar pelo dano irreversível que causou num jogador do futebol português.»

«A Liga de Clubes tirou a graça à liga portuguesa. O F.C: Porto não jogou durante estes três meses em igualdade com o Benfica e com o Sp. Braga. O clube foi penalizado indevidamente durante 17 jogos. A Comissão Disciplinar tem de arcar com as consequências disso. Muita gente foi prejudicada», terminou.