«É meu hábito procurar sempre beneficiar os portugueses. Em 2008 já tinha optado por atribuir o «wild card» ao Rui Machado em detrimento de uma figura grada do ténis mundial como Marat Safin e ele correspondeu, ao atingir a segunda ronda», afirma João Lagos: «Este ano merece ainda mais o convite, sobretudo depois de ganhar um título tão importante no «challenger» de Atenas e de se aproximar do «top 100» mundial».

Rui Machado, actual 129º do «ranking» mundial, torna-se assim o segundo português com lugar garantido no quadro principal do Estoril Open, que decorre de 2 a 10 de Maio. Frederico Gil assegurou a entrada directa graças ao seu lugar no «ranking», onde ocupa actualmente a 71ª posição.