Vasco Seabra, treinador do Estoril, garante uma equipa determinada a «fazer o melhor» para voltar a derrotar o FC Porto, agora na segunda jornada do Grupo D da Taça da Liga, já depois de ter batido a equipa de Sérgio Conceição na Liga, em pleno Dragão.

Na antevisão ao jogo desta quarta-feira (18h00), Vasco Seabra considerou que mais do que «aquilo que representa» – a possibilidade de os canarinhos obterem um apuramento inédito para a Final Four da Taça da Liga – a prioridade passará por fazer o melhor possível para repetir a imagem competitiva que tem deixado nas últimas semanas, frente a um adversário poderoso.

«Mais do que aquilo que pode representar mais à frente, é o que representa agora. É este momento, o momento atual, de defrontar uma das melhores equipas do campeonato em Portugal», declarou o treinador do Estoril, agradado pelas prestações que os seus comandados têm vindo a realizar, nomeadamente numa recente deslocação ao Estádio do Dragão, na qual derrotaram os azuis-e-brancos (1-0) em jogo do campeonato.

Após esse sucesso em casa do FC Porto, Vasco Seabra considera importante para o Estoril continuar a mostrar evolução nos processos individuais e coletivos, de forma a voltar a surpreender os dragões.

«É sempre importante tentarmos surpreender, vamos jogar contra um adversário que tem um excelente treinador, que de jogo para jogo também faz várias nuances, que naturalmente provoca em nós a preparação para diferentes coisas, tal como também nós procuramos coisas diferentes para tentarmos criar essa mesma surpresa. É também verdade que acho que vamos ter pela frente um FC Porto muito forte», reconheceu.

O técnico do emblema da Linha de Cascais mostrou-se também convicto de que o FC Porto não mudará o seu perfil, nem procurará poupanças pelo facto de disputar a Taça da Liga, considerando que Sérgio Conceição não desvalorizará uma prova na qual o FC Porto é o atual detentor do troféu.

«Tenho a certeza de que o Sérgio vai apresentar aquele que considera ser o melhor onze para nos defrontar, disso não tenho dúvidas. Pelo espírito competitivo do treinador, pelo espírito competitivo do clube e do nosso lado teremos de fazer exatamente o mesmo», afirmou, ciente do desafio que irá aguardar o Estoril.

Relativamente ao Estoril, Vasco Seabra reconhece a reduzida margem de recuperação entre o último jogo realizado, frente ao Sp. Braga, no passado domingo, e a receção ao FC Porto, mas mostra-se convicto de que a recuperação, em apenas dois dias, foi suficiente para que a equipa apresente os índices físicos necessários para disputar a partida.

O treinador dos canarinhos identificou a preparação dificultada por uma escassa margem entre jogos como uma «dor positiva» que espera ver repetida mais vezes, visto significar que o conjunto da Amoreira disputa mais do que uma competição e poderá valorizar os seus ativos.

«Tenho a certeza de que estes jogadores se estão a preparar para que isso possa acontecer, o que procuramos é dar crescimento ao clube e que o clube possa direcionar-se para isso. Naturalmente que é esse o desafio, porque a valorização dos nossos jogadores e do que fazemos e a conquista de pontos e competições está no ADN e é algo que queremos agarrar à nossa forma de ser e de estar», referu ainda.

O Estoril Praia lidera o Grupo D da Taça da Liga, com três pontos, ao passo que o FC Porto entrará em competição nesta mesma partida, enquanto o Leixões ainda não pontuou.

Passam à Final Four da prova os primeiros classificados de cada um dos quatro grupos.