Veja o vídeo

De acordo com a edição electrónica do jornal «Palm Beach Post», os especialistas veterinários, que estão a tomar conta do caso, suspeitam que se tenha registado uma intoxicação. Mas ainda não há resultados concretos. Esses, dizem, deverão demorar vários dias até serem conhecidos.

«Há várias questões ainda por responder», disse à publicação um porta-voz do Departamento de Agricultura da Florida, Mark Fagan. «Os cavalos podem ser grandes, mas são animais delicados».

Equipa parte para Venezuela

Esta manhã, seis dos animais mortos foram transportados para o Laboratório de Diagnóstico de Doença Animal, em Kissimmee. Os outros estão a ser analisados na Faculdade de Medicina da Universidade da Florida, em Gainesville.

Mark Fagan referiu que as autópsias e análises «deverão levar o seu tempo». «Não temos ideia do que estamos a procurar exactamente, por isso, temos que realizar uma série de testes», apontou o responsável.

A equipa de pólo Lechuza Caracas deixou os EUA esta terça-feira à tarde. O veterinário da equipa, James Belden, explicou que os animais morreram um após o outro sem qualquer explicação. O clínico disse suspeitar que os animais tenham sofrido uma «intoxicação», devido a «qualquer coisa que tenham consumido». Os cavalos da equipa venezuelana estavam avaliados em 100 mil dólares cada um, cerca 77 mil euros.