Roberto Martínez apela à união de todos os adeptos em redor da seleção, numa altura em que vai fazer o primeiro jogo de preparação para o Euro2024, esta terça-feira, frente à Finlândia, no Estádio de Alvalade onde, recordamos, João Mário já foi assobiado.

Otávio, agora dispensado da seleção, também já foi alvo de assobios no Estádio da Luz, mas o selecionador começa por dizer que a «temporada dos clubes já acabou».

«Acho que a época dos clubes está terminada, agora é a seleção. A seleção é a equipa de todos Daqui para frente devíamos apenas falar dos jogadores que estão na seleção, que estão a lutar pelas cores do país», começou por destacar.

O selecionador diz que já ouviu assobios, mas diz que a união dos adeptos, em torno da seleção, tem sido sempre mais forte. «Com os nossos adeptos também tivemos jogos de maior união. Nos últimos jogos da seleção, o ambiente foi espetacular. Isso reforça a energia que a nossa equipa pode ganhar», acrescentou.

O plano que incluí três jogos de preparação também tem esse intuito, de reforçar a moral dos jogadores junto dos seus compatriotas. «A ideia de termos três jogos amigáveis também é para isso, para trabalhar a parte emocional. Na seleção gostaríamos de ter mais jogos com os nossos adeptos. Vejo uma parte negativa, mas veja outra em que os adeptos são muito importantes para nós», referiu ainda.