O empate entre Chelsea e Tottenham (2-2), num dérbi de Londres jogado com os nervos à flor da pele, confirmou a mais surpreendente odisseia no futebol europeu das últimas décadas: sete anos depois de ter vencido o terceiro escalão, e apenas dois anos após a vitória no Championship, o Leicester tornou-se o 24º clube a celebrar o título de campeão inglês. Um conto de fadas levado ao limite, com Claudio Ranieri, aos 64 anos, a conseguir finalmente um título de primeira grandeza e, de passagem, a permitir a estreia dos foxes na Liga dos Campeões.

A vitória do Leicester vem retomar uma tradição de imprevisibilidade no futebol britânico, que parecia interrompida com a chegada da Premier League. Nos 23 anos desde a primeira edição com o novo nome, em 1993, apenas cinco clubes tinham conquistado o troféu (Manchester United, Blackburn, Arsenal, Chelsea e Manchester City). Coube ao Leicester a interromper este ciclo, com a particularidade de nenhum clube se estrear a vencer desde 1978, com o Nottingham Forest. Aliás, a odisseia do Forest, liderada por Brian Clough, tem muitos pontos comuns com aquela agora protagonizada por Claudio Ranieri e companhia - falta ver se o técnico italiano consegue dar-lhe a dimensão internacional dos seus antecessores, o que atualmente parece mais difícil.

Refira-se que, olhando em redor, para os principais campeonatos europeus, só a Alemanha tem maior diversidade de campeões do que a Liga inglesa e os seus 24 vencedores (veja no final deste artigo uma listagem com todas os campeões dos seis principais campeonatos europeus).

Quem já está na fase de grupos da Champions

Com o empate desta segunda-feira, não foi só o título a fugir ao Tottenham: também a garantia de terminar nos três primeiros lugares e a certeza do acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões ficou adiada, pelo menos até ao próximo fim de semana, com os spurs a precisarem de mais um ponto para o fecho dessas contas. Ainda assim, já é possível fazer o ponto de situação nos principais campeonatos, e também olhar para o que já se sabe da distribuição de vagas nas provas europeias da próxima época.

Assim, começando por Portugal, Benfica e Sporting, independentemente das posições relativas em que terminem, já garantiram acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões, onde nesta altura estão já confirmadas as seguintes treze equipas:

Barcelona, Real Madrid, At. Madrid (Espanha), Juventus (Itália), PSG (França), Leicester (Inglaterra), Bayern Munique, Borussia Dortmund, Bayer Leverkusen (Alemanha), Benfica e Sporting (Portugal), Dínamo Kiev (Ucrânia) e Basileia (Suíça).

Além destes treze, há ainda o campeão europeu e mais oito vagas diretas, a definir nos campeonatos - duas de Inglaterra, e uma de Itália, França, Rússia,Holanda, Bélgica e Turquia. E haverá também mais dez acessos a partir dos play-off. Recorde-se que o vencedor desta edição da Champions, mais os campeões dos sete primeiros países do ranking da UEFA – incluindo Portugal - entram diretamente para o pote 1, que nesta altura já tem confirmadas as presenças de Leicester, Juventus e PSG.

Play-off: FC Porto será cabeça de série

O FC Porto também já tem presença confirmada no play-off, e sabe que vai deter estatuto de cabeça de série. Recorde-se que a UEFA divide os play-off entre percurso dos campeões e dos não campeões, com os portistas, como não-campeões, a terem para já, como garantida, a companhia de Shakhtar (Ucrânia) e Villarreal (Espanha) e faltando definir quem será, nesta fase, o representante das poderosas Ligas de Alemanha, Itália e Inglaterra. Veja o que ainda está em aberto nas principais Ligas europeias

ESPANHA Título: Barcelona, At. Madrid ou Real Madrid

Taça: Barcelona ou Sevilha (21 de maio)

Champions League: Barcelona, At. Madrid, Real Madrid (fase de grupos) e Villarreal (play off)*

* O Villarreal pode ser promovido à fase de grupos se vencer a Liga Europa, desde que o Manchester City não seja campeão europeu sem se apurar diretamente na Premier League. O Sevilha também entra na Liga dos Campeões se vencer a Liga Europa (no play-off, se o Man. City for campeão europeu ou na fase de grupos, se for qualquer outro dos semifinalistas a vencer)

Liga Europa: Ath. Bilbao, Celta Vigo e Sevilha (se não vencer a Liga Europa)

ALEMANHA

Título: Bayern ou Borussia Dortmund

Taça: Bayern ou Borussia Dortmund (21 de maio)

Champions League: Bayern, B. Dortmund e B. Leverkusen (certos na fase de grupos) e uma vaga para decidir entre B. Moenchengladbach, Hertha, Schalke ou Mainz (play-off)

Liga Europa: três vagas para decidir entre B. Moenchengladbach, Hertha, Schalke, Mainz, Colónia ou Ingolstadt.

INGLATERRA

Título: Leicester

Taça: Man. United ou Crystal Palace (21 de maio)

Champions League: Leicester (fase de grupos), mais três vagas (duas na fase de grupos e uma no play-off) a decidir entre Tottenham, Arsenal, Man. City, Man. United e West Ham. O Manchester City também pode qualificar-se, mesmo ficando fora dos quatro primeiros, se vencer a Liga dos Campeões. O Liverpool também pode aceder à Liga dos Campeões se vencer a Liga Europa. Liga Europa: Três vagas para decidir entre Arsenal, Man. City, Man. United, West Ham, Southampton, Liverpool e Crystal Palace (se vencer a Taça).

ITÁLIA

Título: Juventus

Taça: Milan ou Juventus (21 de maio)

Champions League: Juventus (fase de grupos), Nápoles e Roma (um na fase de grupos outro no play-off)

Liga Europa: Inter (certo), mais duas vagas para decidir entre Fiorentina, Sassuolo, Milan e Lazio.

PORTUGAL

Título: Benfica ou Sporting

Taça: FC Porto ou Sp. Braga (22 de maio)

Champions League: Benfica e Sporting (fase de grupos), FC Porto (play-off)

Liga Europa: Sp. Braga (certo) e mais duas vagas a decidir entre Arouca, Paços de Ferreira, Rio Ave e Estoril

FRANÇA

Título: PSG

Taça: PSG ou Marselha (21 de maio)

Champions League: PSG (fase de grupos); duas vagas (uma na fase de grupos) por decidir entre Mónaco, Lyon, St. Etienne, Nice e Lille

Liga Europa: três vagas por decidir entre Mónaco, Lyon, St. Etienne, Nice e Lille. Se o Marselha vencer a Taça de França serão apenas duas vagas.

RÚSSIA

Título: CSKA, Rostov, FC Krasnodar, Zenit ou Lokomotiv

Taça: Zenit

Champions League: Uma vaga na fase de grupos para o campeão, outra na 3ª pré-eliminatória para o segundo. A decidir entre CSKA, Rostov, FC Krasnodar, Zenit ou Lokomotiv

Liga Europa: Zenit (se não for primeiro ou segundo), mais duas vagas também a decidir entre CSKA, Rostov, FC Krasnodar ou Lokomotiv. Serão três vagas se o Zenit terminar num dos dois primeiros postos.

UCRÂNIA

Título: Dínamo Kiev

Champions League: Dínamo Kiev (fase de grupos) e Shakhtar (play-off)*

*O Shakhtar ainda poderá entrar na fase de grupos da Liga dos Campeões caso vença a Liga Europa.

Outros campeões já conhecidos

Andorra- Santa Coloma (1)

Gales- The New Saints (1)

Malta- La Valetta (1)

Estónia- Flora Tallinn (1)

Faroe- Torshavn (1)

Gibraltar- Lincoln Red Imps (1)

Geórgia- Dínamo Tbilis (2)

Islândia- Hafnarfjardar (2)

Lituânia- Zalgiris Vilinus (2)

Suécia- Norrköping (2)

Chipre- APOEL Nicósia (2)

Bielorrússia- BATE Borisov (2)

Croácia – Dínamo Zagreb(2)

Azerbaijão- Qarabag (2)

Noruega- Rosenborg (2)

Cazaquistão- Astana (2)

Hungria- Ferencvaros (2)

Irlanda do Norte- Crusaders Belfast (2)

Irlanda- Dundalk (2)

Finlândia- Seinajoki (2)

Letónia- Liepaja (2)

Roménia- Astra Georgiu (3)

Grécia- Olympiakos (3)

Rep. Checa- Viktoria Plzen(3)

(1)- Primeira pré-eliminatória

(2)- Segunda pré-eliminatória

(3)- Terceira pré-eliminatória

 

Todos os clubes que já foram campeões nos principais campeoatos

INGLATERRA (24): Man. United (20), Liverpool (18), Arsenal (13), Everton (9), Aston Villa (7), Sunderland (6), Chelsea (5), Newcastle, Sheffield Wednesday, Manchester City (4), Huddersfield, Wolverhampton, Leeds, Blackburn (3), Preston North End, Portsmouth, Burnely, Tottenham e Derby County (2), Sheffield United, West Bromwich Albion, Ipswich Town, Nottingham Forest, Leicester (1).

ALEMANHA (29): Bayern (25), Nuremberga (9), Dortmund (8), Schalke 04 (7), Hamburgo (6), Moenchengladbach e Estugarda (5), Kaiserslautern e Werder Bremen (4), SpVV Fürth, Colónia e Leipzig (3); Dresdner, Hannover, Hertha Berlim e Viktoria Berlim (2), E. Braunschweig, E. Frankfurt, Fortuna Düsseldorf, Friburgo, Holstein Kiel, Karslruher, Mannheim, Phoenix Karsruhe, Rapid Viena, Rot Weiss Essen, TSV Munique 1860, Union Berlim e Wolfsburgo (1).

ESPANHA (9): Real Madrid (32), Barcelona (23), At. Madrid (10), Ath. Bilbao (8), Valencia (6), Real Sociedad (2), Bétis, Sevilha e Corunha (1).

ITÁLIA (16): Juventus (32), Inter e Milan (18), Génova (9), Torino, Bolonha e Pro Vercelli (7), Roma (3), Fiorentina, Lazio e Nápoles (2), Cagliari, Casale, Novese, Sampdoria e Verona (1).

FRANÇA (19): St. Etienne (10), Marselha (9), Nantes (8), Mónaco e Lyon (7), Reims, Bordéus e PSG (6), Nice (4), Lille (3), Sochaux e Sète (2), Lillois, Montpellier, Racing Paris, Roubaix-Tourcoing, Estrasburgo, Auxerre, Lens (1).

PORTUGAL (5): Benfica (34), FC Porto (27), Sporting (18), Belenenses e Boavista (1)