«A disputa da Taça Super Bock em Luanda faz parte do contrato que fizemos com Sporting e FC Porto. Queremos que seja uma prova com regularidade anual e estamos a fazer todos os esforços para que a selecção angolana, patrocinada pela Cristal, também entre na competição», afirmou o presidente da empresa, Pires de Lima, citado pela Lusa.

À margem da cerimónia, que formalizou um contrato de três anos, Pinto da Costa contornou a questão da continuidade de Jesualdo Ferreira. «Ele é uma pessoa de bom gosto e, como disse que gostaria de continuar no FC Porto, também deve ser consumidor de Super Bock», afirmou o presidente do clube.