Ivo Pinto, nome de guerra, é natural de Lourosa e chegou ao F.C. Porto através do vizinho Boavista, onde evoluiu desde os infantis. Antes, cresceu no Lusitânia Futebol Clube, da sua terra. Actualmente, pertence ao escalão júnior dos azuis e brancos, mas tem trabalhado regularmente com a equipa principal e já mereceu a confiança do mister Jesualdo na Taça da Liga.

No Boavista, o lateral também tinha treinado com Jaime Pacheco e sido opção na Liga Intercalar. Seguiu-se a mudança para o F.C. Porto. Ivo define-se como um lateral à medida dos seus ídolos: rápido e com gosto por atacar. É internacional sub-16, 17, 18 e 19 e é unanimemente apontado com um dos jovens mais promissores em Portugal, mas não se limita a sonhar com o futebol.

Com os pés assentes na terra, Ivo Pinto sabe que nem todos podem ir longe e não se importava de tirar Medicina. No entanto, o futuro parece ser risonho para o lateral.

«Sou uma pessoa simples e humilde. Tive sempre a ambição de chegar alto e agora sinto-me imensamente feliz. Encontrei condições de trabalho fantásticas no Olival», disse Ivo Pinto ao Maisfutebol quando assinou pelos Dragões. Este sábado, pode ficar ainda mais feliz.