A UEFA puniu o técnico português com um jogo de castigo, na sequência de um gesto no reduto do Atlético de Madrid. Face a esta suspensão, Jesualdo Ferreira não pode sentar-se no banco de suplentes. Como tal, optou por acompanhar a partida em casa, em contacto permanente com outros elementos da estrutura portista.