O Manchester United levou vantagem na posse de bola, com 56 contra 44 por cento do F.C. Porto, em média. No que diz respeito a remates, há um empate nos tiros enquadrados com a baliza, quatro para cada lado, e uma «goleada» do F.C. Porto nos remates ao largo: 13 para 4. O principal responsável é Hulk, para quem a UEFA contabiliza quatro remates para fora.

O ManUtd teve de resto mais cantos, nove contra três. E também cometeu mais faltas, 16 contra 12, tendo Lisandro Lopez sido o jogador mais castigado pelos adversários, com quatro faltas sofridas.