O F.C. Porto, sem Jesualdo Ferreira no banco de suplentes, foi surpreendido pela entrada de rompante do Manchester United e deu espaço no corredor central para a bomba de Cristiano Ronaldo, ao sexto minuto de jogo. Quando a equipa portista começava a intensificar a pressão, perdeu Lucho González, devido a lesão.

Procurando encontrar alternativas, o F.C. Porto passou a segunda parte perto da baliza de Van der Sar, mas encontrou uma oposição forte e perigosa no contra-ataque. ManUtd segue para as meias-finais da Liga dos Campeões.