Nas primeiras palavras como jogador do F.C. Porto, o polaco garantiu estar «feliz» e «simultaneamente ansioso». «Acabo de assinar contrato e vou começar uma nova vida», justificou, ele que aos 25 anos vai para a segunda época em Portugal e não esconde o desejo de fazer melhor do que os cinco golos ao serviço do Boavista.

Kazmierczak assinou de resto contrato com três épocas, com mais duas de opção, mas garante que não tem tempo a perder. «Quero trabalhar nos limites e treinar bem, porque o meu objectivo é jogar», diz. «Procuro sempre melhorar e o passo imediato para o conseguir é aproveitar o estágio para aperfeiçoar o meu jogo».

Aos 25 anos, o médio garante atingir o ponto alto da carreira e mostra-se desejoso de fazer o melhor. Para já, contudo, regressa à Polónia para um curto período de férias. Depois disso, sim, é tempo de garantir um lugar no campeão nacional. «O F.C. Porto é um clube fantástico, ao qual não pensava chegar tão depressa».