Para compensar a ausência de oito jogadores que estão ao serviço das selecções, Jesualdo Ferreira chamou aos trabalhos oito elementos da formação: Maia, dos sub-17, e Ivo Pinto, Massari, Rafhael, Josué, Ramon, Chula e Diogo Viana, dos sub-19.

Benítez, Fucile, Pedro Emanuel e Guarín continuam entregues ao departamento médico, e fizeram trabalho condicionado.