As condições de visibilidade eram mínimas, pelo que foi decidido interromper a prova. Uma suspensão definitiva não está descartada, embora seja uma solução que os responsáveis queiram evitar ao máximo.

Na altura em que a corrida foi interrompida, Button (Brawn) era o líder, com Glock (Toyota) em segundo. Na terceira posição surge Nick Heidfeld (BMW Sauber), que beneficia do facto de ter feito apenas uma paragem nas «boxes». O maior prejudicado foi Nico Rosberg (Williams), que chegou a liderar a prova e agora está em sétimo.