O treinador do Farense, Sérgio Vieira, na conferência de imprensa após a derrota frente ao Tondela (2-0), da 16.ª jornada da Liga:

[Análise ao jogo] «Nós fomos a equipa que criou as melhores oportunidades de golo. Terminámos a primeira parte com mais de 60 por cento de posse de bola, com as melhores oportunidades. Podíamos ter inaugurado o marcador logo com o Ryan Gauld, que é uma excelente defesa do Tondela. Tivemos outra oportunidade pelo Licá, que desviou muito rente ao segundo poste. Tivemos as melhores oportunidades, fomos pressionantes, obrigámos o Tondela a errar. Na primeira parte errou muito na saída de bola, devido à nossa pressão. Vamos já para o intervalo de uma forma negativa, porque devíamos ir em vantagem por aquilo que fizemos. Um minuto de jogo, aos 46, sofremos um golo que não podemos sofrer. Isso mexeu com a equipa, mas mesmo assim fomos atrás do resultado.

[Classificação] «Estávamos com 12 pontos, com três fazíamos 15, passávamos quatro, cinco ou seis equipas. Não foi isso que aconteceu. Também não era o nosso foco, a posição na tabela, apesar de nos perturbar de forma indireta. Não é neste lugar que queremos estar no final do campeonato.

[Mudança de esquema tático] Tem que ver com o número de golos que temos vindo a sofrer, tem que ver com as características dos nossos laterais, são jogadores que ofensivamente têm boas características. Mas depois em termos defensivos não têm sido boas, em função da equipa. Foi esse o nosso foco.»