A Liga divulgou, esta terça-feira, as «Deliberações proferidas pela Secção Profissional do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol», com especial destaque para a suspensão de Jorge Costa, diretor de futebol do FC Porto, por 15 dias.

A juntar à suspensão, Jorge Costa tem de pagar também uma multa de 1340 euros, devido a «lesão da honra e da reputação e denúncia caluniosa» na derrota caseira com o Tondela (1-0), em jogo da II Liga.

«Condenar o Arguido Jorge Paulo Costa Almeida pela prática de uma infracção disciplinar p. e p. pelo artigo 136.º, n.ºs 1 [Lesão da honra e da reputação e denúncia caluniosa], por remissão do artigo 168.º, n.º 1 e nº 2 [Disposições gerais] e por referência ao artigo 112.º, n.º 1 [Lesão da honra e da reputação dos órgãos da estrutura desportiva e dos seus membros], na sanção de suspensão de 15 (quinze) dias e na multa no montante de €1.340,00 (mil trezentos e quarenta euros)», pode ler-se no comunicado.

De recordar que o atual dirigente dos dragões ainda era, na altura do ocorrido, treinador principal do AVS, clube que conseguiu subir à primeira divisão, depois de eliminar o Portimonense no playofff.

Luís Gonçalves, antigo administrador da SAD do FC Porto, foi suspenso por 60 dias e vai ter de pagar uma multa de 8160 euros por «lesão da honra e da reputação e denúncia caluniosa» no jogo com o Sporting, a 28 de abril.. De todo o modo, o antigo dirigente foi absolvido de «agressões».