O Bétis de Sevilha garantiu concurso de Miguel Lopes. O clube espanhol acertou o empréstimo do lateral direito, que perdeu espaço de manobra com a continuidade de Jorge Fucile e a confiança de André Villas-Boas em Sapunaru. O acordo ficou concluído ao final da tarde, segundo confirmou o Maisfutebol.

O F.C. Porto tinha 27 jogadores no plantel. O técnico portista quis reduzir o leque, mesmo sabendo que Mariano González estará afastado da competição até Outubro. Nesse sentido, até pelo desejo em ver Miguel Lopes com minutos nas pernas, a cedência temporária acabou por reunir consenso entre os responsáveis azuis e brancos.

Sapunaru lesionou-se frente ao Rio Ave mas poderá regressar à competição em 15 dias. Nicolas Otamendi, contratado para o eixo central, também tem rotinas como lateral direito, tendo sido utilizado por Maradona nessa posição, durante o Mundial. Como tal, Miguel Lopes foi confrontado com a possibilidade de mudar para ser mais utilizado.

O Bétis foi o primeiro clube a manifestar interesse, depois de ter libertado outro português para o Osasuna. O clube de Sevilha quer Miguel Lopes para o lugar de Nélson. Os andaluzes, que estão no segundo escalão espanhol, decidiram nesta terça-feira não inscrever o guarda-redes Ricardo.

Resolvida esta questão, falta ao F.C. Porto encontrar colocação para Tomas Costa, médio argentino que também não entra nos planos imediatos de Villas-Boas.



O mercado de transferências, na generalidade dos países europeus, está aberto até à 00h00.

[artigo actualizado às 19h58]