«Não aceitamos isso de nenhuma maneira, como é óbvio, pois no futebol, e a este nível, se entregas a bola podes demorar muito tempo a recuperá-la», disse o treinador do Manchester United. «Sempre foi filosofia do clube manter a posse de bola. O Cristiano sente que não está a ser protegido. Por vezes isso é verdade, outras vezes não. Ele não pode ter tudo como quer», acrescentou o escocês.

Ultrapassado o primeiro jogo, Alex Ferguson já pensa no encontro decisivo, e nem se mostra muito preocupado com o facto de nenhuma equipa inglesa ter conseguido ganhar no reduto do F.C. Porto. «Somos bons em conseguir coisas pela primeira vez. Fomos a primeira equipa inglesa a vencer a Taça dos Campeões, os primeiros a vencer a Premier League, o Mundial de clubes», lembrou o técnico.