Em entrevista à Bola Branca, da Rádio Renascença, o jogador mostrou-se triste por ter sido novamente preterido. «Não tenho explicação [para a ausência]. É uma opção do treinador. Se calhar, outros jogadores têm características que ele gosta mais», disse.

Garantindo que vai lutar para voltar a ser chamado à equipa das quinas, Hugo Almeida negou estar estar desiludido com o selecionador. «Acato a decisão sem ressentimentos. Não me fez mal nenhum. E certamente irá escolher os melhores 23 para o Europeu. Se lá estiver ficarei imensamente feliz. Se não, fico triste mas a apoiar a minha seleção.

Na mesma entrevista, o jogador, de 32 anos, falou sobre a experiência no Anzhi, que está em último lugar na Liga russa. «Se no fim da época o clube descer sou um jogador livre. Tenho a opção para poder sair se o Anzhi for despromovido.»

Hugo Almeida admitiu ainda que teve a oportunidade de assinar pelo Sporting no tempo da direção anterior à de Bruno de Carvalho. «Houve uma abordagem há dois anos ainda com o anterior presidente, mas não se concretizou», disse não descartando a possibilidade de regressar a Portugal para jogar num dos três «grandes». «Qual? Não tenho preferência», concluiu.