O organismo que tutela o futebol mundial condenou «qualquer actividade criminal que possa estar associada ao futebol», mas sublinha que não há agentes FIFA envolvidos no caso.

«Em relação a qualquer possível actividade criminal, a responsabilidade recai nas autoridades pertinentes de cada país. Em qualquer caso, a FIFA condena de forma enérgica qualquer actividade criminal que, inclusive de forma indirecta, possa estar associada ao futebol», declara o organismo, em comunicado enviado à «Agência EFE».

Refira-se que as autoridades espanholas apreenderam 600 quilos de cocaína e detiveram 11 pessoas, que esta sexta-feira vão ser presentes a um juiz.