Luís Figo marcou dois golos na vitória do Inter Milão sobre os suíços do Lugano (4-0), num jogo particular que serviu para testar novas tácticas e preparar a equipa para o ataque ao primeiro lugar da Série A do campeonato italiano. O internacional português, que não foi chamado para os jogos de preparação da Selecção Nacional, acredita que este interregno lhe vai permitir recuperar a melhor forma e que os neroazzurri ainda podem chegar ao topo da classificação.
«Temos estado a trabalhar intensamente e isso tem-nos ajudado. Esta interrupção para os jogos internacionais veio na altura certa, especialmente para mim, porque posso treinar de forma regular e aproximar-me da minha melhor forma», contou o português ao site oficial do Inter.
Figo marcou dois golos, enquanto David Pizarro e Obafemi Martins completaram o resultado no teste com o Lugano. Tivemos a oportunidade de testar novas tácticas com o treinador. Quanto ao meu papel, posso jogar em qualquer lado, o importante é que possa contribuir para a equipa. O que interessa é partir sempre para a vitória», destacou.
Apesar da distância de dez pontos para a líder Juventus, Figo acredita que o Inter pode chegar ao «Scudetto» ainda está época. «Até ao Natal vai haver uma série de jogos que nos podem dar a oportunidade de encurtarmos a distância. Eu, como tenho dito, continuo confiante», comentou.
Os internacionais brasileiros Adriano e Júlio César juntaram-se este domingo ao grupo, depois de terem jogador frente aos Emirados Árabes, uma vez que o jogo com o Kuwait foi cancelado.