Em Assembleia Geral ordinária, a SAD do FC Porto viu as contas relativas ao exercício da época 2016/17 aprovadas por unanimidade. Recorde-se que o clube anunciara um prejuízo de 35,3 milhões de euros nesse período e faz uma previsão de um novo prejuízo para a esta época, no valor de 17,3 milhões de euros.

A ordem de trabalhos continha sete pontos e desses apenas um mereceu votos contra. Referimo-nos ao ponto que dizia respeito ao orçamento para a presente temporada de 2017/18. Ainda assim, essa proposta foi aprovada com 99,9 por cento dos votos a favor, . 

Além das contas da época anterior e do orçamento atual, a AG da SAD do FC Porto aprovou «um voto de confiança à administração e fiscalização da sociedade» e «a política de remunerações dos órgãos de administração e fiscalização da Sociedade».

Eis o comunicado enviado pela FC Porto, SAD à CMVM:

1. Aprovação do relatório e contas individual do exercício de 2016/2017, com 99,9995% dos votos a favor e 0,0005% de abstenção;

2. Aprovação do relatório e contas consolidado do exercício de 2016/2017, com 99,9995% dos votos a favor e 0,0005% de abstenção;

3. Aprovação da proposta de aplicação dos resultados 2016/2017, com 99,9995% dos votos a favor e 0,0005% de abstenção;

4. Aprovação da proposta de atribuição de um voto de confiança à administração e fiscalização da sociedade, por unanimidade;

5. Aprovação do Orçamento de Exploração para o exercício de 2017/2018, com 99,999 dos votos a favor, 0,0005% votos contra e 0,0005% de abstenção;

6. Aprovação da declaração sobre a política de remunerações dos órgãos de administração e fiscalização da Sociedade, com 99,9995% dos votos a favor e 0,0005% de abstenção;

7.Aprovação da alteração dos artigos décimo primeiro, ponto um e vigésimo, ponto um dos estatutos da Sociedade, por unanimidade.