«Não sou mentiroso ou uma pessoa desonesta», definindo o caso de modo drástico: «A pior coisa que vivi na vida.»

Hamilton perdeu o pódio e os pontos da Austrália, por ter «deliberadamente enganado» os «stewards», quando foi ouvido no domingo, após o Grande Prémio, sobre a sua ultrapassagem por Jarno Trulli. Foi com base nessa informação que o piloto da Toyota foi penalizado, por ter ultrapassado Hamilton atrás do «safety car».

O britânico tinha dito que não teve instruções para deixar Trulli passar, mas as comunicações por rádio da equipa provaram o contrário. Na sequência do processo o directo desportivo da McLaren foi já suspenso pela equipa.