«Recebi os assobios como todos os outros. Não é a primeira vez que acontece isto, no Stade de France. Quando não jogas bem, já estás à espera de ser assobiado», disse Henry.

Pouco utilizado no Barcelona, nos últimos tempos, o avançado assume que não atravessa um bom momento de forma. «Estou fora de forma, e isso tem dado para ver. Tenho uma total falta de ritmo. Continuo confiante, pois acredito que vou ter a oportunidade de me preparar bem. Mas fazer um jogo ao fim de mês e meio, não é fácil. Ainda para mais quando tens de correr atrás da bola», disse o jogador, após o encontro particular.

A situação de Thierry Henry não deixa indiferente o seleccionador francês. Raymond Domenech assume que está preocupado com a condição do seu capitão, a pouco mais de três meses do arranque do Campeonato do Mundo. «Todos sabemos que o Titi (ndr. diminutivo de Thierry Henry) já jogou melhor, e é óbvio que se está a tornar um problema para ele disputar jogos destes, pois tem jogado menos no Barcelona», disse o técnico, que também já está habituado a ser alvo dos assobios dos adeptos franceses.