Uma vitória em onze jogos oficiais ilustra o início de época negativo do Mónaco e os comandados de Leonardo Jardim não estão, por isso, em posição fácil nas várias provas.

Os monegascos somam por derrotas os dois jogos na Liga dos Campeões, perderam a Supertaça de França para o Paris SG, por 4-0. E, no campeonato, ocupam o 18.º lugar, em zona de descida, com seis pontos em oito jornadas. Como é que Leonardo Jardim olha para isto?

«Estamos obviamente tristes com esta situação, mas não desanimados. Não estamos habituados a viver momentos como este, mas temos de olhar para cima enquanto trabalhamos», referiu Jardim, na antevisão à receção ao Rennes, da nona jornada da Liga francesa.

A equipa vermelha e branca recebe um adversário que está no 16.º lugar, com oito pontos – mais dois que o Mónaco – pelo que uma vitória de Jardim e companhia tira a equipa da zona de descida. O português considera, também, que o rendimento ofensivo de Radamel Falcao poderá ser decisivo futuramente.

«É preciso que tenhamos o Falcao porque estou convencido de que, se ele melhorar ofensivamente, os nossos problemas serão resolvidos mais rapidamente», considerou.

«Eu também me questiono, porque também sou responsável por esta fase difícil. Não vou atirar a toalha, dou o melhor a cada dia. Todos estão a questionar-se para levantar a cabeça», disse, ainda.

O Mónaco recebe o Rennes às 16h00 de domingo.