A sueca Pia Sundhage, treinadora da seleção feminina brasileira, fez na terça-feira a sua primeira convocatória desde que chegou ao cargo, em julho. Geyse Ferreira e Raquel Fernandes representam o Benfica e o Sporting, respetivamente.

 

Geyse Ferreira chegou ao futebol português na época passada, reforçando a recém-formada equipa feminina dos encarnados. Em 29 jogos fez nada menos do que 51 golos e levou as águias à conquista da segunda divisão nacional, assim como da Taça de Portugal. Foi presença no Mundial realizado na França este ano.

 

Raquel Fernandes chegou ao Sporting em julho, proveniente do Recreativo de Huelva, e é presença regular na seleção comandada agora pela sueca Pia Sundhage. Pela canarinha tem 21 jogos e, tal como Geyse, esteve presente no Mundial da França.

 

Com apenas 17 anos, nota para a estreia absoluta de Yaya nos trabalhos da seleção feminina brasileira.

 

Em disputa está o Torneio Uber Internacional que vai contar também com Argentina (adversário do Brasil no dia 29), Costa Rica e Chile, com sistema de eliminação direta. 

 

Guarda-redes: Aline - UD Granadilla Tenerife (Espanha) e Bárbara - Avaí/Kindermann (Brasil);

 

Defesas: Letícia Santos -  FFC Frankfurt (Alemanha), Fabiana - Internacional (Brasil), Joyce - UD Granadilla Tenerife (Espanha), Tamires - Corinthians (Brasil), Kathellen - FC Bordeaux (França), Mônica, Erika - Corinthians (Brasil) e Bruna Benites - Internacional (Brasil);

 

Médias: Thaisa - Real Madrid (Espanha), Luana - KSPO Women Football Team (Coreia do Sul), Formiga - Paris St Germain (França) e Yaya - São Paulo (Brasil);

 

Avançadas: Andressa Alves - Roma (Itália), Geyse - Benfica (Portugal), Marta - Orlando Pride (EUA), Millene - Corinthians (Brasil), Debinha - North Carolina Courage (EUA), Chú - Changchun Dazhong (China), Bia Zaneratto - Incheon Hyundai Steel Red Angels (Coreia do Sul), Ludmila - Atlético de Madrid (Espanha) e Raquel -  Sporting (Portugal).