O defesa Marçal deve ser emprestado ao Imortal até ao final da temporada. O central do Boavista não tem merecido a confiança do treinador Jaime Pacheco e o ingresso no clube algarvio, da II Liga, é uma realidade que pode concretizar-se a qualquer momento, face à necessidade do novo técnico adquirir jogadores para o sector mais recuado da equipa. 

«Foi um atleta indicado por mim e faz parte da lista de possíveis reforços imediatos», disse o professor Neca, ao Maisfutebol, dando também a entender a existência de contactos. Mas fonte próxima do processo atribui a cedência como um dado quase adquirido, sendo provável que os dois clubes anunciem o empréstimo nos próximos dias. 

Marçal tem quatro anos de contrato com a equipa axadrezada, mas as escassas oportunidades e a acérrima concorrência de Litos, Pedro Emanuel, Sérgio e Jorge Silva têm dificultado a integração do jogador, elementos a ter em conta sobre a possível saída do Bessa. 

No entanto, o facto de José Veiga ser o representante do defesa poderá fortalecer o empréstimo ao Imortal, pois o conhecido empresário será um dos principais accionistas da futura SAD.