De acordo com a Press Association, o procurador Nick Evans disse, na audiência desta sexta-feira no tribunal de North Sefton, que, depois de analisada a prova, o internacional inglês e outros seis homens enfrentariam apenas a acusação menor de desordem.

Gerrard vai voltar a ser ouvido a 3 de Abril, o recurso da decisão ainda não foi formalizado, mas o capitão dos reds disse que tenciona negar qualquer acusação de má conduta.

Recorde-se que o incidente ocorreu a 28 de Dezembro passado, após a goleada por 5-1 em Newcastle, na qual o capitão do Liverpool foi o homem do jogo, com dois golos de sua autoria.