Jogo emotivo em Barcelos. Cerca de 4 mil espectadores, não muitos é certo, mas presentes no Estádio de Barcelos alicerçando uma rivalidade que por mais distantes que as equipas estejam, a geografia acaba por aproximar e transformar em dérbi.

 

As gentes de Barcelos festejaram de forma efusiva, e não é para menos. Os jogadores do Sp. Braga acabaram o jogo de cabeça perdida, Eduardo foi o expoente máximo e teve que ser controlado pelos colegas depois do apito final.

 

Rotatividade ou busca de identidade?

 

Jesualdo Ferreira continua a mexer em grande escala no seu conjunto, desta feita foram três as alterações comparativamente com o jogo diante do Pandurii. Tomás Dabó voltou a jogar na direita para poupar Baiano. No miolo, Rúben Micael ficou pela primeira vez fora do onze enquanto que nas alas repetiram-se as trocas já habituais.

 

Tentar adivinhar um onze de Jesualdo Ferreira torna-se, portanto, uma tarefa hercúlea. Rotatividade ou busca de identidade de Jesualdo Ferreira? Ao quinto jogo oficial da época continuam as alterações em catadupa.

 

Resultado: o Sp. Braga promete, domina o jogo, tens mais bola, mas não é suficientemente equipa para manter intensidade atacante e encostar o adversário às cordas quando tem tudo para o fazer.

 

Gilistas resolvem com menos dois

 

Estavam reunidas as condições para um assalto final por parte do Sp. Braga à baliza do Gil Vicente. A equipa da casa jogava com menos dois homens (expulsões justas dos centrais Danielson e Halisson) e mais que nunca o conjunto de Jesualdo Ferreira tinha que fazer pela vida e deitar para trás das costas as amarguras da Liga Europa.

 

Os de Barcelos jogavam com menos dois, mas tinham na baliza Adriano Facchini a equilibrar as contas. O guarda-redes defendeu tudo que havia para defender e viu Luan ir à área adversária aproveitar um lance de bola parada para carimbar os três pontos.

 

O filme do jogo com a Académica repetiu-se e o Gil Vicente volta a vencer de forma quase impensável. Intervenção de (João de) Deus. Mesmo com um calendário difícil o Gil Vicente soma seis pontos em três jornadas e iguala o Sp.Braga na tabela classificativa.