«Eu amo o Lyon, mas estou extremamente desapontado com o que aconteceu nos últimos meses», começou por dizer Gouvou. «Não foi tanto pela decisão de nomear Cris como novo capitão, foi mais pela forma como fui informado dessa decisão.»

Ora por isso, ao fiz de dez anos e de mais de 300 jogos, o avançado diz querer sair. Deixa para trás o clube de sempre, onde foi formado e onde sempre jogou. Ele que, recorde-se, começou por perder espaço na equipa e depois perdeu a braçadeira.

«Não encontro razões para continuar aqui, para ser honesto e não tenho a mais pequena dúvida de que vou abandonar o Lyon no final da época», adiantou, atirando já ao maior rival do Lyon: «Mudar-me para o PSG é uma opção muito séria para mim.»